Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Cultura

Dia Internacional do Jazz celebrado com concerto de Jerónimo Belo

| Editoria Cultura | 26/04/2015

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Dia Internacional do Jazz, 30 de abril, comemora-se este ano com um concerto organizado por Jerónimo Belo, às 20h30m, na sala Angola do Hotel Epic Sana Luanda.

Em Novembro de 2011, a UNESCO designou oficialmente o dia 30 de Abril como o dia Internacional do Jazz
(DR)

Em Novembro de 2011, a UNESCO designou oficialmente o dia 30 de Abril como o dia Internacional do Jazz. Este dia pretende ser um agregador de comunidades, escolas, artistas e músicos que celebram, por todo o mundo, o jazz, as suas origens, o seu futuro e o seu impacto na sociedade. Angola vai juntar-se, mais uma vez, às celebrações, contando para tal com o apoio do Bourbon nº 1 do mundo, o Jim Beam Whisky.

Nos últimos anos, a Jim Beam tem apoiado uma série de eventos ligados ao mundo da música, inseridos na sua política de solidariedade social e ao próprio posicionamento da marca: «Nós construímos a nossa história, agora é a tua vez de escreveres a tua». À marca também se têm vindo a associar grandes nomes do cinema internacional, como é o caso de Mila Kunis e do actor Leonardo DiCaprio, já várias vezes nomeado para um óscar da academia.

Para celebrar a data, irá realizar-se em Luanda um concerto que contará com a presença de Irina Vasconcelos, uma das vozes mais reconhecidas do rock, jazz e soul do país. Irina Vasconcelos vai ser acompanhada neste espectáculo pelos cubanos Enrique Cupull (violoncelo) e Adónis (saxofone), e por Yasmane Santos (percussionista). A representar a banda «AtéJazz» estará Tenrinho Mumbanda (teclados), N’Sheriff (baixo eléctrico), Illia Kushner (saxofonista), NaNá Vieira Dias (bateria e percussão) e a jovem cantora Diana de Brito. 

A iniciativa é da responsabilidade de Jerónimo Belo, crítico e um incansável divulgador e estudioso do Jazz em Angola, que afirma ter chegado ao Jazz pela via poética, pela política e não pela música. O Jazz acompanha-o desde sempre e por ele tem pugnado em nome da sua dignificação e reconhecimento em Angola. Para o músico, o Jazz é a arte que melhor expressou o génio musical do século XX e aquela que tem vindo a sofrer uma constante evolução, o que lhe permite ser uma obra aberta com ligações a todas as artes. Tendo sido já homenageado pelo seu notável e imenso contributo à divulgação do jazz em Angola, Jerónimo Belo volta, mais uma vez, a integrar Luanda na celebração mundial deste dia do Jazz, que, este ano, tem o seu expoente máximo em Paris, cidade anfitriã oficial do evento.

Como diz, lapidarmente, Jerónimo Belo, a propósito do movimento jazz em Angola: «Já fomos menos, já fomos mais, já fomos outra vez menos, já somos outra vez mais».

Redação 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade