Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2019

MÉDIO ORIENTE

Nas areias movediças do Médio Oriente

ÁFRICA

Drogas em África As novas rotas do tráfico de heroína

ÁFRICA

A África a mercê de um Triângulo Voraz

ÁFRICA

África Oriental O regresso ao grande investimento nos Caminho-de-ferro

MUNDO

RefugiadosAs cifras da vergonha!

ÁFRICA

Estaca da África em Brexit

MUNDO

Racistas ou nem por isso?

EGITO

O futuro do Egipto passa pela energia solar

Rádio

Publicidade

Lançada obra de reabilitação do porto moçambicano de Nacala

| Editoria | 13/03/2014

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A primeira fase do projeto de reabilitação e desenvolvimento do porto de Nacala, no norte de Moçambique, foi lançada pelo ministro dos Transportes e Comunicações moçambicano, Gabriel Muthisse, numa iniciativa que será financiada pelo Japão. #IMAGEM#

Avaliado em 32 milhões de dólares, o projeto inclui a reabilitação e construção de novas infraestruturas, com a primeira fase a prolongar-se pelos próximos 18 meses e as restantes a estenderem-se até 2017.

Na cerimónia comemorativa do lançamento da obra, o ministro dos Transportes e Comunicações moçambicano, Gabriel Muthisse, foi acompanhado pelo representante diplomático do Japão em Moçambique, Eiji Hashimoto.

“Através da reabilitação do porto de Nacala, espera-se que o serviço de logística seja melhorado, servindo para promover a exportação de produtos agrícolas, tornando-os mais acessíveis e a preço baixo”, refere um comunicado de imprensa da embaixada do Japão.

O Japão está atualmente envolvido na iniciativa ProSavana, que junta ainda o Brasil e Moçambique, e que visa a implementação de programas de desenvolvimento agrícola de escala industrial ao longo do Corredor de Nacala, que atravessa as províncias de Nampula, Niassa e Zambézia.

Os principais componentes do projeto de renovação da infraestrutura portuária passam pela melhoria da zona norte do cais, com a instalação de defensas de borracha, pavimentos e sistemas de combate a incêndios.

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade