Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Especial Brasil Eleições

Vice-Presidente do Brasil chega a Luanda para celebração da independência

| Editoria Especial Brasil Eleições | 10/11/2015

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O vice-Presidente da República do Brasil, Michel Temer, chegou ao final da noite desta segunda-feira a Luanda, onde vai participar nas festividades alusivas aos 40 anos da independência nacional, a assinalarem-se esta quarta-feira (dia 11).

Os dois países, com laços histórico-culturais muito próximos, mantêm excelentes relações de cooperação em vários domínios
(DR)

O Brasil foi o primeiro país a reconhecer a independência de Angola, proclamada às 00 horas do dia 11 de novembro de 1975 por António Agostinho Neto, primeiro Presidente da então República Popular de Angola, num momento fruto de uma luta armada iniciada em 1961.

Os dois países, com laços histórico-culturais muito próximos, mantêm excelentes relações de cooperação em vários domínios, entre os quais Defesa e segurança, educação, agricultura, turismo e hotelaria, transportes, cultura, desportos, ambiente, finanças, banca, petróleos, construção ou habitação.

Para participar nas comemorações dos 40 anos da independência nacional, encontram-se já na capital, entre outras entidades, os chefes de Estado da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, e de Moçambique, Filipe Nyusi, o primeiro-ministro do Mali, Modibo Keïta, e o secretário-geral da CEEAC, Ahmad Allam-Mi.

Sob o lema «Independência, Paz, Unidade Nacional e Desenvolvimento», registam-se em todos os municípios e cidades do país a inauguração de empreendimentos de impacto socioeconómico e atos políticos, culturais, desportivos e recreativos.

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade