Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Abril de 2019

ANGOLA

A MOCHILA PESADA DA DÍVIDA PÚBLICA NO FUTURO DE ANGOLA

ARGÉLIA

Argelia: A revolução, passo a passo

MOÇAMBIQUE

Ciclone Idai devasta centro de Moçambique

ÁFRICA DO SUL

A Nação Arco-Íris está doente!

SUDÃO

ASCENSÃO E QUEDA DO DITADOR OMAR AL-BECHIR

ANGOLA

Os paradoxos da dívida e o papel da China

ÁFRICA

A soberania monetária e o CFA

MUNDO

Cuidado com os abutres !

Rádio

Publicidade

Especial Brasil Eleições

Jacob Zuma na festa dos 40 anos da independência nacional

| Editoria Especial Brasil Eleições | 11/11/2015

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Presidente da República da África do Sul, Jacob Zuma, chegou na manhã de hoje (quarta-feira) à cidade de Luanda, onde vai participar nas festividades alusivas ao 11 de novembro, data em que os angolanos celebram o dia da Independência Nacional, cujo ato central se celebra no Memorial António Agostinho Neto.

Zuma foi o primeiro chefe de Estado a desembarcar na capital do país esta quarta-feira
(DR)

O PR da África do Sul (país com o qual Angola mantém excelentes relações de cooperação em diversos domínios) foi o primeiro chefe de Estado a desembarcar na capital do país esta quarta-feira.

Entretanto, esta manhã chegaram ainda a Luanda os representantes oficiais da República Democrática do Congo (RDC), da Namíbia, do Botswana e do Gabão, e outras individualidades políticas convidadas para a referida efeméride.

Com o mesmo objetivo, encontram-se já no país os chefes de Estado de Moçambique, Filipe Nyusi, da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, do Congo, Denis Sassou N’guesso, e de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa. Estão ainda em Luanda o Secretário Executivo da CPLP, Murade Isaac Murargy, o antigo Presidente de Moçambique, Joaquim Alberto Chissano, o primeiro-ministro do Mali, Modibo Keïta, e representantes do Brasil, de Portugal, de Cabo Verde ou do Gana.

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade