Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Outubro de 2018

ANGOLA

PANORAMA DOS RECURSOS HUMANOS EM ANGOLA

ANGOLA

EM NOME DO CANUDO, A FABRICA DOS DIPLOMAS

ARGENTINA

Será justiça o que fazem com Kirchner?

ÁFRICA

RELGIÕES E SEITAS EM ÁFRICA, O NOVO ÓPIO DO POVO?

ÁFRICA

Condições do FMI na África atual

MUNDO

Odebrecht e Microsoft firmam acordo de cooperação científica e tecnológica

ÁFRICA

PAÍSES FALHADOS, OU ESTADOS FRÁGEIS, EIS A QUESTÃO NÃO SÓ AFRICANA

BRASIL

Entrevista Celso Marcondes - “O Brasil deve retomar sua política externa de integração”

Rádio

Publicidade

Economia

Organização Mundial de Comércio chega a acordo sobre exportações agrícolas

| Editoria Economia | 21/12/2015

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A Organização Mundial do Comércio (OMC) alcançou este domingo, em Nairobi, no Quénia, um acordo para a eliminação de subvenções à exportação de produtos agrícolas nos países desenvolvidos, uma medida que era exigida pelos países em desenvolvimento.

«Conseguimos o melhor acordo possível», disse Roberto Azevedo
(DR)

«O acordo em temas de agricultura é histórico porque acaba com uma das maiores distorções do mercado», declarou o diretor da OMC, Roberto Azevedo.

A concessão de ajudas à exportação de produtos agrícolas dos países desenvolvidos limitou até agora a entrada nos seus mercados de bens de economias em desenvolvimento, pelo que a supressão destas ajudas tem sido uma das exigências históricas no seio da OMC.

«As negociações da OMC tinham o mau hábito de acabar em fracasso, mas nas últimas reuniões ministeriais criámos um novo hábito: o êxito. Conseguimos o melhor acordo possível», acrescentou Azevedo.

Segundo o acordo adotado, os países desenvolvidos devem eliminar os subsídios às exportações do setor agrícola a partir de agora e os países em desenvolvimento também devem suprimir estas ajudas a partir de 2018.

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade