Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Turismo

Ministério do Turismo quer mais hotéis

| Editoria Turismo | 05/04/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O ministério do Turismo aposta na formação de quadros e na construção de mais hotéis a nível do país, anunciou, em Luanda, o titular da pasta, Paulino Domingos Baptista.

Um dos desafios é a formação de quadros, para uniformizar os currículos e as estratégias do setor
(DR)

Ao falar no final de uma visita efetuada a escolas de hotelaria em Luanda, o governante esclareceu que um dos desafios é a formação de quadros, para uniformizar os currículos e as estratégias do setor. Anunciou que o chefe do Executivo aprovou a construção de mais escolas a nível do país, nomeadamente em Luanda, Benguela, Lubango, Moxico, Uíge e Zaire.

Segundo o ministro, esta visita serviu para constatar e avaliar as dificuldades das escolas, de forma a posteriormente dar resposta a cada uma delas.

No Instituto Superior de Hotelaria e Turismo (Eshotur), localizado na Centralidade do Kilamba, o primeiro local visitado, o ministro constatou a falta de livros na biblioteca e de materiais para pleno funcionamento desta, ao contrário do que se passa no Instituto Médio de Hotelaria e Turismo, que está mais bem apetrechado. Foram visitados igualmente o Instituto Médio de Gestão Hoteleira e Turismo – Francisco Santos, a Escola de Restauração e as obras do futuro hotel do Instituto de Fomento Turístico (INFOTUR).

Por seu turno, a Reitora da Universidade Agostinho Neto, Maria de Rosário Bragança Sambo, reconheceu que a Escola Superior de Hotelaria, como uma unidade orgânica jovem, precisa de muitos recursos humanos, e de que o curso de gestão e turismo consiga prover os seus formandos no futuro com uma qualificação de qualidade. A visita do ministro foi uma mais-valia para instituição, porque irá ajudar a superar algumas dificuldades existentes na escola, considerou a reitora.

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade