Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Abril de 2019

ANGOLA

A MOCHILA PESADA DA DÍVIDA PÚBLICA NO FUTURO DE ANGOLA

ARGÉLIA

Argelia: A revolução, passo a passo

MOÇAMBIQUE

Ciclone Idai devasta centro de Moçambique

ÁFRICA DO SUL

A Nação Arco-Íris está doente!

SUDÃO

ASCENSÃO E QUEDA DO DITADOR OMAR AL-BECHIR

ANGOLA

Os paradoxos da dívida e o papel da China

ÁFRICA

A soberania monetária e o CFA

MUNDO

Cuidado com os abutres !

Rádio

Publicidade

Economia

Djibouti quer ser o Dubai de África

| Editoria Economia | 09/04/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Djibuti está «cercado» por alguns dos países mais instáveis de África – Somália, Etiópia e Eritreia. Mas não poderia ser mais diferente dos vizinhos.

53 mil empresários visitam o país anualmente; os turistas, por enquanto, ainda estão longe
(DR)

Ainda que seja um país pobre, tem vindo a chamar a atenção pelos esforços de modernização, simbolizados pela pretensão de se transformar no «Dubai africano», enquanto polo turístico e económico. E este plano pode afinal nem ser assim tão ambicioso ou inalcançável.

Os países em redor enfrentam, é certo, sérios problemas de segurança, que incluem o crescimento da militância islâmica. Mas o Djibouti, com apenas 830 mil habitantes, é considerado seguro o suficiente para ser a sede da maior base militar do exército dos EUA em África – e isto sem falar na maior guarnição da Legião Estrangeira francesa no continente.

Por outro lado, 53 mil empresários visitam o país anualmente. Os turistas, por enquanto, é que ainda estão longe.

Semelhanças

Assim como o Dubai, parte dos Emirados Árabes Unidos, o Djibouti tem muito terreno desértico e impróprio para a agricultura. Por isso, o país quer explorar a sua posição geográfica estratégica – está à beira do Golfo de Áden, que tem o mais intenso tráfego naval do mundo – para se transformar numa espécie hub regional logístico.

Há 14 projetos previstos para o país, no valor total de 14 mil milhões de dólares, e com os quais se irá ampliar o sistema de transportes terrestres, aéreos e marítimos até 2035. O mais importante de todos é o novo aeroporto, que terá capacidade para receber 30 vezes mais visitantes.

Belezas naturais

Ao contrário do Dubai, porém, o Djibouti tem paisagens naturais deslumbrantes, com extensos recursos geológicos e marinhos. A sua costa tem 324 quilómetros de extensão e saída para o Mar Vermelho, atraindo amantes do mergulho.

As ilhas de Mouska e Maskali têm praias paradisíacas e oferecem condições para a canoagem. Moucha, por sinal, terá em breve o seu primeiro resort de luxo.

Acomodações ecológicas

A infraestrutura hoteleira é ainda modesta, mas o Djibuti está a investir naquilo a que se pode chamar acampamentos ecológicos: acomodações inspiradas nos assentamentos nómadas, marcadas por um tipo de tenda feito com esteiras. Estas estão equipadas com eletricidade provida por energia solar, casas de banho e chuveiros. E depois há ainda o céu estrelado, que permite ver a Via Láctea a olho nu.

Mistura cultural

A Cidade do Djibouti, capital do país, é o símbolo perfeito para explicar a cultura local: é marcada pela convivência de elementos arquitetónicos árabes e europeus (o Djibouti foi uma colónia francesa até 1977). Ao mesmo tempo, há por todo o lado mercados de rua e street food. O francês e o árabe também são as línguas oficiais.

Novas ligações

Por fim, e ainda em termos de transportes, há a nova linha ferroviária, que ainda este ano ligará o Djibouti à Etiópia. Será uma viagem de 10 horas até à capital etíope, Adis Abeba. Isso revolucionará o transporte terrestre entre os dois países, que atualmente se resume a uma perigosa estrada e a um extenuante percurso de dois dias.

Redação

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade