Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Dezembro de 2018

MUNDO

BALANÇO 2018 PERSPECTIVAS 2019 PASSAGEM DO ANO ENTRE DEGRADAÇÃO ECOLÓGICA, MIGRAÇÕES E SUBIDA DA DIREITA AUTORITÁRIA

ARGENTINA

Marcha-atrás na Argentina

ANGOLA

O BALANÇO DO PASSADO PARA CONSTRUIR UM NOVO FUTURO

MOÇAMBIQUE

Os cinco dias que abalaram Moçambique

REINO UNIDO

BREXIT E O JOGO DO “EU SAIO MAS QUERO FICAR”

ÁFRICA

A doença do poder e os doentes no poder em Africa

ESTADOS UNIDOS

Guerras comerciais e desordem mundial

MUNDO

Memória Deixaram-nos em 2018

Rádio

Publicidade

Economia

Congo prevê produção de mais de 677 mil toneladas de açúcar em 2016

| Editoria Economia | 10/06/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A Empresa Agrícola de Refinaria Industrial de Açúcar do Congo (SARIS) prevê uma produção de 677 549 toneladas deste produto em 2016, anunciou o seu diretor-geral adjunto, Vincent Leroux.

Em 2013, a empresa alcançou uma produção recorde de 71 113 toneladas de açúcar
(DR)

O responsável fez este anúncio em Nkayi, no sul do país, durante o lançamento da nova campanha de produção.

Proprietária de uma concessão de 19 794 hectares na região de Bouenza (sul), onde são plantados 12 mil hectares de cana-de-açúcar, a SARIS Congo tem uma fábrica com capacidade de moagem de 5 mil toneladas por dia – o que equivale a uma produção anual de perto de 70 mil toneladas.

 Em 2013, a empresa alcançou uma produção recorde de 71 113 toneladas de açúcar.

Desde 2010 que a SARIS Congo comercializa o seu açúcar sob a marca «Princesse Tatie», vendendo a maioria do seu produto no mercado congolês e exportando os excedentes para mercados da África Central.

A SARIS Congo é uma filial do grupo francês Empresa de Organização de Gestão e Desenvolvimento das Indústrias Alimentares e Agrícolas (SOMDIAA), e é também a única fábrica açucareira do Congo, com um capital de cerca de 255 milhões de dólares. 

Redação com Agência

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade