Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Abril de 2017

ÁFRICA

Oposições e renovação política em África

ANGOLA

Para bom entendedor

GUINÉ-BISSAU

Acode, ninguém acode!

BURKINA FASO

Bodas de prata do FESPACO

Rádio

Publicidade

Cultura

Tribos do Burkina Faso transformam casas em obras de arte

| Editoria Cultura | 30/06/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

No Burkina Faso, várias tribos preservam há cerca de 500 anos a sua identidade cultural com aquilo a que se pode chamar um tipo específico de «arte urbana». A vila Tiébélé é apenas um exemplo. Ali, numa área de cerca de 12 mil metros quadrados, vive a tribo Kassena, um dos grupos mais antigos da região, e que usa as paredes das casas, feitas em barro, para desenhar símbolos tradicionais da sua cultura.

As decorações têm a ver com o nível hierárquico que aquela pessoa ou família tem na sociedade Kassena, e são apagadas pela chuva e renovadas anualmente
(DR)

Em cada construção os padrões, os desenhos e até as cores são diferentes. Não há, por isso, duas casas iguais, nem sequer parecidas. E há ainda uma outra particularidade: as decorações têm a ver com o nível hierárquico que aquela pessoa ou família tem na sociedade Kassena. 

Em algumas das casas podem até ler-se inscrições, na sua maioria de índole católica.

Esta é uma tradição que remonta, crê-se, ao século XVI. Nunca se perde porque, depois da época das chuvas, as casas têm de ser repintadas pelo grupo. A tarefa cabe sobretudo às mulheres e, desta forma, tem de ser executada uma vez por ano.

Redação

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade