Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2018

MIANMAR

Rohingyas, vítimas da História e dos jogos de influência na Ásia

CHINA

A China e o futuro

ANGOLA

Novo Presidente, vida nova?

BRASIL

O país enfrenta 12 meses turbulentos

Rádio

Publicidade

Política

Entre a espada e a parede

| Editoria Política | 07/11/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Poucos dias após o consenso alcançado que determinou a assinatura do Acordo de Conacri, a Guiné-Bissau continuou a assistir com expectativa ao desfecho das consultas políticas encetadas pelo Presidente da República, José Mário Vaz, para a nomeação do novo primeiro-ministro.


A tão esperada escolha do rosto que irá governar os destinos do país, ainda que em período de transição, indicia que após os longos meses de crise política institucional, parecem estar criadas as condições básicas para a rutura com a instabilidade.

João Carlos, Revista África 21

(Artigo completo disponível na edição impressa número 113, outubro 2016)

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade