Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Dezembro de 2018

MUNDO

BALANÇO 2018 PERSPECTIVAS 2019 PASSAGEM DO ANO ENTRE DEGRADAÇÃO ECOLÓGICA, MIGRAÇÕES E SUBIDA DA DIREITA AUTORITÁRIA

ARGENTINA

Marcha-atrás na Argentina

ANGOLA

O BALANÇO DO PASSADO PARA CONSTRUIR UM NOVO FUTURO

MOÇAMBIQUE

Os cinco dias que abalaram Moçambique

REINO UNIDO

BREXIT E O JOGO DO “EU SAIO MAS QUERO FICAR”

ÁFRICA

A doença do poder e os doentes no poder em Africa

ESTADOS UNIDOS

Guerras comerciais e desordem mundial

MUNDO

Memória Deixaram-nos em 2018

Rádio

Publicidade

Economia

Nove milhões de euros serão investidos no aeroporto Aristides Pereira em Cabo Verde

| Editoria Economia | 09/11/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O governo de Cabo Verde e a multinacional alemã Touristik Union International (TUI) iniciaram ontem, 7, na cidade de Praia, negociações visando uma parceria público-privada no valor de nove milhões de euros para a expansão e inovação do aeroporto internacional Aristides Pereira, na ilha turística da Boa Vista.


As negociações entre o ministro cabo-verdiano da Economia e Emprego, José Gonçalves, e o director de Gestão da TUI, David Schelp, acontecem na sequência de uma visita a Cabo Verde, em maio último, do chefe executivo do grupo alemão, Friedrich Joussen.

Segundo José Gonçalves, a parceria foi proposta pelo chefe executivo da TUI. O governante explicou que a multinacional alemã está interessada em desenvolver ações que possibilitem um maior fluxo de turistas para a ilha da Boa Vista, onde não existem condições para a realização de voos noturnos, nem dimensões da pista para receber aviões de maior porte.

“Serão necessários nove milhões de euros como o número nuclear mínimo para a extensão e iluminação da pista, bem como para a construção de uma estrada”, precisou o ministro, sublinhando que o grande interesse do grupo não é só o custo de infraestruturas, mas a solução no transporte e mobilidade de turistas.

Por seu turno, o representante da TUI, David Schelp diss que o grupo, que atua na área de turismo, defende que a infraestrutura aeroportuária possa corresponder e acompanhar o ritmo do crescimento e fluxos de turistas que se pretende.

“Neste momento, em Cabo Verde, já temos 200 mil clientes que anualmente experimentam as belezas do país e estamos empenhados em aprofundar mais com o governo do arquipélago cabo-verdiano um conjunto de elementos que possam fazer crescer esse número”, disse David Schelp.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade