Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2017

MARROCOS

A nova potência africana?

ANGOLA

Pré-campanha já começou

ÁFRICA

A agricultura africana clama por uma justiça climática

MOÇAMBIQUE

Descentralização e questões militares ditam o futuro

Rádio

Publicidade

Política

Afrodescendentes são maioria no Brasil

| Editoria Política | 28/11/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Em 2015, 54% da população do Brasil declarou-se mulata ou preta, o que significa, portanto, que a maioria é afrodescendente. Pelos padrões norte-americanos, por exemplo, todos eles são negros.


De acordo com o último censo divulgado pelo reputado Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população brasileira era composta por 45,2% de pessoas de cor branca, por 45,1% de mulatos e 8,9% de pretos.

É possível que o número de negros (pretos e mulatos) seja ainda maior, pois há parcelas da população biologicamente mestiça que ignora as suas origens africanas ou, por preconceito, oculta-as.

O Brasil é considerado o país com a maior população de raça negra fora de África. Segundo o IBGE, a população branca vem diminuindo desde 2004, enquanto há um aumento dos demais grupos. A partir de 2006, a população branca passou a ser inferior à das populações mulata e preta em conjunto.

Entretanto, a distribuição da população por cor é muito variada. Enquanto 76,7% da população dos estados do Sul, região que tem forte presença de imigrantes europeus declarou-se branca, a percentagem de brancos é de 21,2% no Norte e 26,4% no Nordeste.

No Sudeste, onde estão os estados de São Paulo e Rio de Janeiro, 52,9% dos brasileiros declararam-se brancos, 9,7% negros e 36,5%, mulatos.

Na região Norte, área que tem grande influência de população indígena e no Nordeste, para onde muitos africanos foram levados durante a colonização do Brasil, a maioria da população declarou-se mulata, sendo 70,2% no primeiro caso e 62% no segundo.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade