Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Julho de 2017

ÁFRICA

Oposições e renovação política em África

ANGOLA

Para bom entendedor

GUINÉ-BISSAU

Acode, ninguém acode!

BURKINA FASO

Bodas de prata do FESPACO

Rádio

Publicidade

Ciência

Africanos usam as TIC para resolver problemas próprios

| Editoria Ciência | 01/12/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Akendewa, iHub, Jokkolabs ou The Innovation Hub são algumas das tech hubs que estiveram na cidade espanhola de Las Palmas, nas Ilhas Canárias, para apresentar várias experiências de utilização das novas tecnologias de informação e comunicação para resolver problemas específicos do continente.


 A iniciativa, organizada pela Casa África, com a colaboração do governo regional das Canárias, através da PROEXCA e da Agência Canária de Investigação, Inovação e Sociedade de Informação (ACIISI), assim como do Clúster Canárias Excelência Tecnológica, revelou, segundo o El País, “um efervescente ecossistema de empresas e centros tecnológicos de altíssimo nível”.

Estiveram em discussão temas como o financiamento, trabalho em rede, limitações e oportunidades do setor nos diferentes contextos africanos ou criação de novas tecnologias e empreendendorismo.

Uma discussão que suscitou um interesse particular foi a apropriação das novas tecnologias por usuários com ferramentas tecnológicas muitas vezes básicas, mas com um grande espírito de inventividade e com uma notável capacidade para superar as carências e adaptar tais ferramentas às suas necessidades.

“Eu creio que o nosso grande desafio no setor das tecnologias e desenvolvimento, em África, é a inclusão entre as diferentes Áfricas, disse Emmanuel Henao, da tech hub Jokkolabs. “A tecnologia pode dar-nos uma capacidade coletiva para trabalhar a educação, a agricultura e outras áreas”, acrescentou.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade