Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Fevereiro de 2019

ÁFRICA

ELEIÇÕES E DEMOCRACIA EM ÁFRICA A CONTROVÉRSIA SOBRE UM MODELO QUE SE IMPÕE

ÁFRICA

Calendário das Eleições em África 2019

ÁFRICA

O REFINAMENTO DOS REGIMES AUTORITÁRIOS NÃO É SÓ COISA DE AFRICANOS

CONGO RD

AS ELEIÇÕES NA RD CONGO AS PRECIOSAS LIÇÕES QUE A RD CONGO APRENDEU COM A CÔTE D’IVOIRE

ÁFRICA

A África é segunda no ranking mundial da desflorestação

EGITO

África quer tornar comércio intra-africano uma marca

ÁFRICA

«Guerra contra o terrorismo islâmico em Africa»: Anatomia de um fracasso

MUNDO

BALANÇO 2018 PERSPECTIVAS 2019 PASSAGEM DO ANO ENTRE DEGRADAÇÃO ECOLÓGICA, MIGRAÇÕES E SUBIDA DA DIREITA AUTORITÁRIA

Rádio

Publicidade

Política

Líder da oposição vence eleições no Gana

| Editoria Política | 08/12/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O principal candidato da oposição, Nana Akufo-Addo, do New Patriotic Party (NPP), é o provável vencedor das eleições presidenciais no Gana, realizadas esta quarta-feira, 7. Quando faltavam apenas 1.690 urnas do total de 27.577, ele tinha quase 54% dos votos, segundo algumas fontes, o que tornava praticamente impossível ao presidente cessante e candidato do National Democratic Congress (NDC), John Dramani Mahama, dar a volta ao resultado.

Nana Akufo-Addo, provável presidente eleito do Gana

O líder da organização juvenil do NPP, Sammy Awuku, depois de manifestar a sua confiança na vitória de Addo, disse estar preocupado com a demora da Comissão Eleitoral em anunciar os resultados. É a primeira vez nos últimos 16 anos, observou, que isso ocorre.

Awuku considerou o atraso um sinal de que a Comissão Eleitoral pode ser tentada a alterar a vontade expressa pelos eleitores ganenses e manifestou o receio de que o NDC não esteja disposto a aceitar o veredito das urnas. Ele instou o presidente da comissão a anunciar os resultados “quanto antes” e apelou ao chefe de Estado cessante a demonstrar a mesma humildade que Akufo-Addo revelou nas eleições anteriores, quando perdeu para o então candidato do NDC, John Stuart Mills.

Enquanto isso, um dos outros sete candidatos que disputaram as eleições de 7 de dezembro, o líder do Progressive People’s Party (PPP), Papa Kwesi Nduom, já congratulou o candidato do NPP pela sua “vitória”.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade