Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Dezembro de 2018

CONGO RD

RDC sofre com o surto de ébola

ESTADOS UNIDOS

El Niño estará de volta em 2019

ANGOLA

Angola defende que UA ‘precisa de estar à altura dos anseios da população’

CONGO RD

Ébola na RDC à beira de um avanço no tratamento

ANGOLA

PNUD financia projectos de resiliência à seca em Angola

ÁFRICA DO SUL

Pravin Gordhan apresenta queixa contra Julius Malema

ESTADOS UNIDOS

ESTADOS UNIDOS DEMOCRATAS RECUPERAM CÂMARA DOS REPRESENTANTES

COMORES

FRACASSO DA REBELIÃO NA ILHA DE ANJOUAN

Rádio

Publicidade

+ Angola

UNIVERSIDADE ÓSCAR RIBAS : Compromisso com o desenvolvimento de Angola

| Editoria + Angola | 20/12/2016

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Reconhecida pelo dinamismo, pela formação de qualidade, responsabilidade social e compromisso com o desenvolvimento multifacetado de Angola, a Universidade Óscar Ribas (UÓR), criada em 2007, está entre as mais importantes instituições de ensino superior privado do país. Até Agosto de 2016, formou 2182 licenciados. Destes, estima-se que 1900 licenciados estejam colocados no mercado de trabalho, 655 dos quais ocupam cargos de gestão e administração em instituições públicas e privadas em Angola.


ENTRE OS CURSOS DE LICENCIATURA mais procurados na Universidade Óscar Ribas destacam-se os de Direito, Gestão e Marketing, Psicologia, Relações Internacionais, Engenharia Civil, Electromecânica e Informática e Telecomunicações, todos reconhecidos pelo Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior (INAAREES). Empenhada numa oferta ainda mais abrangente, como premissa para abertura de pós-graduações académicas enfocadas nas Engenharias e Ciências Sociais e Humanas, a UÓR aguarda a aprovação do Ministério do Ensino Superior de dezassete pós-graduações profissionais.

A UÓR também prevê ampliar espaços de convénios com empresas, institutos, universidades públicas e privadas nacionais e internacionais, que beneficiarão tanto o corpo docente e administrativo, bem como os estudantes. Entre as parcerias estabelecidas actualmente destacam-se a Universidade Autónoma de Barcelona, o Centro Tecnológico da Pedra Natural de Portugal, o Instituto Superior de Informática e Computação de Nayarit – México, a Universidade de Oriente – Cuba, AIESPA e a AULP.

Para melhorar a oferta de estágios aos estudantes, foram estabelecidos vários protocolos com empresas e instituições públicas e privadas, não remunerados. No entanto, segundo o Reitor, Eurico Wongo Gungula, a UÓR está a definir novas políticas de cooperação para motivá-los e atraí-los cada vez mais para a sua inserção em projectos que visem o desenvolvimento socioeconómico de Angola.

Tendo em conta as perspectivas de melhoria da qualidade de formação da nova geração e de superação metodológica e administrativa dos seus trabalhadores, durante o próximo quinquénio, a reitoria prevê ainda a criação de um Centro de Estudo enfocado nas áreas de gestão de informação científica, tecnologias educativas, infotecnologias, análise de tendências educativas, elaboração de políticas de diversificação da economia, avaliação institucional e o fortalecimento das didácticas específicas com ênfase em Matemática, Química, Física, Estatística e Computação.

A nível institucional, a direcção da UÓR elaborou um sistema de procedimentos metodológicos para avaliação interna e externa da qualidade de formação de quadros. Selecionou ainda um grupo de especialistas para a reestruturação, análise e contextualização do regulamento de promoção da carreira docente, para ministrarem cursos de agregação pedagógica, conferências metodológicas, jornadas científicas, palestras, colóquios, bem como a superação contínua dos quadros em matérias de relações públicas, redacção científica e didácticas do Ensino Superior.

Para 2017, a UÓR aposta no ingresso de 1500 novos estudantes, provenientes do ensino médio e pré-universitário.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade