Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Dezembro de 2016

ESTADOS UNIDOS

“Surprise”! E o vencedor foi... Donald Trump!

ANGOLA

“O problema que estamos com ele”

MUNDO

Uma luta “irreversível”

MOÇAMBIQUE

Recuperar a confiança, precisa-se

Rádio

Publicidade

Política

Reaberto registo eleitoral

| Editoria Política | 06/01/2017

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A segunda e última fase do processo de atualização dos dados eleitorais, prova de vida, emissão de segunda via de cartões e registo de novos eleitores, para as eleições gerais de 2017 em Angola, foi aberta formalmente no dia 5 de janeiro, na mediateca “Zé Dú”, em Luanda, devendo prolongar-se até o dia 31 de Março do corrente ano.


O ato de abertura esteve a cargo do ministro da administração do território, Bornito de Sousa, que na ocasião, reiterou o apelo aos jovens que completam 18 anos até 31 de Dezembro do corrente ano, bem como os cidadãos maiores que ainda não se registaram, que o façam o quanto antes.

“Com o ato simbólico de hoje, fica assinalada a importância das mulheres, dos jovens e dos estudantes como potenciais destinatários do processo de registo eleitoral, pois deles se espera a afluência massiva aos postos de registo eleitoral”, disse.

Bornito de Sousa anunciou que durante a segunda fase do processo, será introduzido um mecanismo que permitirá aos cidadãos maiores registados, efetuarem consultas e verificarem a conformidade dos seus dados, podendo solicitar a sua retificação ou a atualização, nos termos da Lei.

A primeira fase do processo de atualização do registo eleitoral foi aberta a 25 de agosto de 2016 e decorreu até 20 de Dezembro do mesmo ano, com mais de 6.000.000 (seis milhões) de registos efetuados. Por outro lado também foi promovido entre os dias 27 de Dezembro de 2016 e 04 de Janeiro de 2017 o registo especial, destinado a angolanos residentes no exterior e que estiveram de férias no País.

Assistiram ao ato, o presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), André da Silva Neto, a ministra da família e promoção da mulher, Filomena Delgada e a vice-governadora de Luanda para a área social, Juvelina Imperial.

 

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade