Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Fevereiro de 2017

ANGOLA

O ano da(s) mudança(s)

ANGOLA

Melhorar a qualidade da despesa no quadro do OGE 2017

GÂMBIA

CEDEAO segura democracia

ESTADOS UNIDOS

Os primeiros 10 dias de Trump

Rádio

Publicidade

+ Angola

Iraque convida Sonangol a retomar produção de petróleo no país

| Editoria + Angola | 10/01/2017

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O governo iraquiano convidou a estatal petrolífera angolana, Sonangol, a retomar a exploração dos poços de Qayyrah e Najmah, na província de Nineveh, próximo de Mossul, cujos direitos adquiriu em 2009, mas que teve de abandonar em 2014, quando o Estado Islâmico expulsou as tropas governamentais na região e ocupou os referidos poços.


Os mesmos foram recuperados pelo exército iraquiano há um ano atrás, mas estavam a arder totalmente, impossibilitando a sua exploração. Para recupera-los, foi construído um pipeline de água, a fim de extinguir as chamas.

O convite das autoridades do Iraque à Sonangol para retomar a exploração de Qayyrah e Najmah foi feito recentemente pelo ministro dos Petróleos do referido país, Jabbar al-Luaibi, ao administrador da companhia angolana Edson Santos. Nada transpirou, ainda, quanto à possível resposta desta última.

As reservas dos dois poços estão estimadas em 1,7 mil milhões de barris, dos quais 900 milhões em Najmah e 800 milhões em Qayyrah. A Sonangol detém 75% do capital do grupo explorador.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade