Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Abril de 2017

ÁFRICA

Oposições e renovação política em África

ANGOLA

Para bom entendedor

GUINÉ-BISSAU

Acode, ninguém acode!

BURKINA FASO

Bodas de prata do FESPACO

Rádio

Publicidade

Economia

Banco Postal abre as portas

| Editoria Economia | 27/03/2017

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Banco Postal, a mais nova instituição financeira no panorama bancário angolano, abriu as suas portas na semana passada, em Luanda. Com efeito, a primeira agência Xikila Money, uma das suas três unidades de negócio, já está a funcionar. As outras duas serão a Corporate & Personal e Comércio & Empresários. O banco é detido por accionistas de referência do sector público e privado, entre os quais se destacam os Correios de Angola, o Grupo ENSA e a EGM Capital.


Xikila Money, a primeira unidade de negócios a começar a funcionar, apresenta um serviço financeiro inovador em Angola, e permitirá a milhões de pessoas, que até hoje nunca tiveram acesso ao sistema financeiro, nem usufruíram dos seus serviços, a abertura da sua primeira conta bancária e a transacção de valores em tempo real através de um simples telemóvel, a qualquer hora e onde quer que estejam.

O plano de expansão do Xikila Money prevê no primeiro ano quatro agências, sendo três em Luanda (ISUTIC, Valódia e Prenda) e uma na cidade do Huambo, bem como a implementação de 200 quiosques, sendo 150 em Luanda e 50 no Huambo.

As outras duas unidades de negócio do Banco Postal são o Corporate & Personal, vocacionada para as médias e grandes empresas e particulares com rendimentos elevados, e o Comércio & Empresários, dedicada às pequenas empresas e empresários que hoje se encontram na economia formal e informal e que são marginalmente servidas por Bancos e Instituições de micro finanças.

«O banco, cujas principais características são a proximidade, o impacto e a inovação social, tem a capacidade de mudar a vida dos angolanos, atribuindo personalidade financeira aos mesmos», salientou N´Gunu Tiny, Presidente do Conselho de Administração do Banco Postal, no seu discurso de apresentação, acrescentando que o banco tem como objectivo principal «potenciar a inclusão financeira e o crescimento económico e sustentável dos angolanos através de uma abordagem e oferta totalmente inovadoras, e de uma implementação nacional, gradual e bem estruturada».

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade