Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2017

ÁFRICA

Oposições e renovação política em África

ANGOLA

Para bom entendedor

GUINÉ-BISSAU

Acode, ninguém acode!

BURKINA FASO

Bodas de prata do FESPACO

Rádio

Publicidade

+ Angola

Feira Internacional de Benguela mostra resiliência dos empresários

| Editoria + Angola | 05/06/2017

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Coincidindo com o 400º aniversário da cidade com o mesmo nome, comemorado no dia 17 do passado mês de maio, teve lugar, de 14 a 21, a 7ª edição da Feira Internacional de Benguela (FIB), que contou com a participação de mais de 100 empresas nacionais.


Embora nenhuma empresa estrangeira tenha participado, certamente devido à crise económica que Angola enfrenta atualmente, a participação de um número tão significativo de empresas locais foi considerada uma demonstração da “resiliência” dos empresários angolanos. “É preciso muita ousadia e teimosia”, disse o administrador municipal de Benguela, Leopoldo Muhongo, antes de sublinhar que “a FIB mostrou bem o compromisso da classe empresarial nacional de desenvolver o país e gerar cada vez mais empregos”.

A Feira Internacional de Benguela é realizada há sete anos pelo grupo Arena Eventos, com o apoio do governo da província. Nesta edição, o foco foram o agronegócio e a agroindústria. Outros setores representados na feira foram os da construção, banca, telecomunicações, pescas, eletromecânica, moda e prestação de serviços. O presidente do grupo Arena, Bruno Albernas, comentou: - “Este ano fizemos aquilo que nos foi possível fazer. Houve um esforço muito grande para poder tornar possível a realização da 7ª edição da FIB e, sem os patrocinadores e expositores, não seria possível fazer aquilo que foi feito”. Ele garantiu que o grupo vai continuar a trabalhar para que Benguela possa ser uma referência nacional, “um ponto de investimento importante para o país, de forma a captar negócios de empresários nacionais e estrangeiros”.

Além das mostras de produtos e serviços, a recente edição da Feira Internacional de Benguela contou ainda com uma série de atividades paralelas, como conferências e mesas redondas de negócios. Para Bruno Albernas, a FIB permite que os empresários tomem contacto com uma região que, para lá das suas conhecidas potencialidades agrícolas, piscatórias e turísticas, constitui “uma importante plataforma logística nacional e internacional, comprovada e suportada pelos Caminhos-de-Ferro de Benguela, do Porto do Lobito e do Aeroporto da Catumbela”. O grupo Arena Eventos já realizou este ano duas feiras empresariais e, até dezembro, vai realizar mais quatro.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade