Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Abril de 2018

MIANMAR

Rohingyas, vítimas da História e dos jogos de influência na Ásia

CHINA

A China e o futuro

ANGOLA

Novo Presidente, vida nova?

BRASIL

O país enfrenta 12 meses turbulentos

Rádio

Publicidade

Economia

Fundo Fiduciário visita três países beneficiários

| Editoria Economia | 15/01/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A delegação da FAO vai visitar o Malawi, os Camarões e o Uganda para “in loco” observar a aplicação da ajuda financeira disponibilizada pelo Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana para vários projectos ligados à agricultura e segurança alimentar nesses países.
Além da avaliação do grau de execução dos projectos financiados pelo fundo, as visitas visam igualmente sensibilizar os referidos governos para a realização e sua participação num fórum para a mobilização de recursos financeiros, agendado para Maio próximo, em Marrocos.
A comitiva, encabeçada pelo representante de Angola junto das Agências das Nações Unidas em Roma, o embaixador Florêncio de Almeida, na qualidade de presidente do FFSA, deve manter encontros de trabalho com as autoridades governamentais, municipais e tradicionais dos países a visitar.     
Em Malawi, onde tem em agenda um encontro com o ministro da Agricultura, Irrigação e Desenvolvimento, a delegação vai interagir com grupos de beneficiários nas escolas agrícolas de Lowani, Chisomo, Tikodane, Tilimbike e dos escritórios de Tamani, enquanto nos Camarões as visitas devem chegar ás localidades de Phalombe, Foumbot e Bafoussam.
Depois do encontro com o ministro da Agricultura do Uganda, a comitiva visita uma escola integrada de piscicultura, na localidade ugandesa de Lira, e a Fazenda “Harmony Youth”.
O Fundo Fiduciário de Solidariedade Africana foi lançado oficialmente na trigésima oitava sessão da Conferência da FAO, em Junho de 2013, com um financiamento inicial de 40 milhões de dólares doados pela Guiné Equatorial, Angola e pelas organizações da sociedade civil da República do Congo.
O Fundo tem o objectivo de apoiar, através dos países africanos com economias mais fortes, os países com maiores dificuldades, por forma a atenuar os graves problemas alimentares. O FFSA, que já beneficiou 17 projectos em 40 países, concedeu também o seu apoio solidário, através de financiamentos, aos países que se defrontavam com problemas graves de ébola, a fim de reactivarem a produção agrícola, nomeadamente às repúblicas da Libéria, Serra Leoa e Guiné.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade