Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Dezembro de 2018

MUNDO

BALANÇO 2018 PERSPECTIVAS 2019 PASSAGEM DO ANO ENTRE DEGRADAÇÃO ECOLÓGICA, MIGRAÇÕES E SUBIDA DA DIREITA AUTORITÁRIA

ARGENTINA

Marcha-atrás na Argentina

ANGOLA

O BALANÇO DO PASSADO PARA CONSTRUIR UM NOVO FUTURO

MOÇAMBIQUE

Os cinco dias que abalaram Moçambique

REINO UNIDO

BREXIT E O JOGO DO “EU SAIO MAS QUERO FICAR”

ÁFRICA

A doença do poder e os doentes no poder em Africa

ESTADOS UNIDOS

Guerras comerciais e desordem mundial

MUNDO

Memória Deixaram-nos em 2018

Rádio

Publicidade

Empresas

Ministério do Ambiente Lança Feira Internacional de Tecnologias Ambientais em Angola

| Editoria Empresas | 01/02/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Celebrando o Dia Nacional do ambiente, o Governo de Angola, através do Ministério do Ambiente em parceria com a Eventos Arena, realizaram no dia 31 de Janeiro do ano corrente, no Hotel Continental (largo baleizão), o Lançamento da 6ª Edição da Feira Internacional de Tecnologias Ambientais Angola 2018, agendado para os dias 5 e 8 de Junho  na Baía de Luanda. Sob o lema “Promover o crescimento verde em todos os sectores da economia”, o certame vai ser realizado numa área de cinco mil metros quadrados, onde prevê-se reunir cerca de 100 expositores e mais de oito mil visitantes.

Os interessados têm até quatro de Maio para efectuarem as suas inscrições. Segundo a explanação ministra, a feira vai promover a aplicação de tecnologias limpas e de boas práticas ambientais nos processos produtivos.

“Deixou uma nota aos em­presários, prestadores de serviço e empreendedores para terem  sempre presente o princípio da sustentabilidade para um futuro melhor, garantindo o crescimento dos negócios sem colocar em risco o equilíbrio dos ecossistemas”, recomendou a titular da pasta do Ambiente, para quem a realidade mostra que Angola é um país que pretende  desenvolver a industrialização, assumindo um papel relevante em relação à transformação de produtos de origem agro-pecuária e da indústria mineira.  
A ministra do Ambiente realçou que para o crescimento sustentável do país é “im­perioso” ter-se em conta três pilares fundamentais: o ecológico, o económi­co e o social. Aos empresários e empreendedores solicitou que apresentem projectos na 6ª edição da Feira Internacional de Tecnologias Ambientais, lembrando que o Executivo garante desenvolver programas e iniciativas que promovam a difusão das tecnologias ambientais em sectores público e privado, com vista o crescimento sustentável do país em sectores estratégicos.

Os convidados tiveram o privilégio de presenciar a Assinatura do protocolo de entendimento ente o Ministério do Ambiente e o Grupo Eventos Arena, que terá a incumbência realizar o acontecimento durante 5 anos.

Durante o evento, realizado no dia Nacional do Ambiental, foi rubricado um protocolo de entendimento entre o Ministério do Ambiente e a empresa Eventos Arena, para realizar o evento durante os próximos cinco anos.   

O administrador da E­ventos Arena, Manuel No­vais, honrado com o protocolo de entendimento entre ambos, considera a feira muito importante para o país, atendendo que a mesma vai fazer com que as em­presas se comprometam, cada vez mais, com as práticas ambientais.

Segundo ele, Angola melhor consideravelmente as questões ambientais, de forma individual para um processo colectivo  e acentuou que o objectivo principal do evento é promover o crescimento verde em todos os sectores de actividade.

 

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade