Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Outubro de 2018

ÁFRICA

ÁFRICA DE AMANHÃ - A grande aposta nas tecnologias de informação e comunicação

ANGOLA

Angola aposta em políticas públicas para maior inclusão digital

ANGOLA

Uma sucessão em dois actos

ESTADOS UNIDOS

Resistência na casa Branca contra Trump

ETIÓPIA

Etiópia: Abiy Ahmed, um primeiro-ministro chamado «revolução»

ÁFRICA DO SUL

África do Sul : O começo de uma segunda transição política

ÁFRICA

A revolução dos arquitetos africanos

EGITO

CAIRO, A CIDADE QUE MAIS CRESCE NO MUNDO

Rádio

Publicidade

Política

Jacob Zuma Preocupa Congresso Nacional Africano

| Editoria Política | 06/02/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A direcção do Congresso Nacional Africano (ANC), no poder na África do Sul, está preocupada com os efeitos negativos da imagem de Jacob Zuma e avaliou ontem a situação durante uma reunião de emergência.

O Presidente sul-africano corre o risco de ser afastado devido as acusações de envolvimento em casos de corrupção, disse à France Presse uma fonte do ANC.

Um alto responsável do Congresso Nacional Africano (ANC) disse à France Presse que o Partido está preocupado com a situação de Jacob Zuma, porque a sua fraca popularidade pode prejudicar o partido nas próximas eleições.

O segundo mandato de Jacob Zuma termina em 2019, mas aumenta a pressão para que o Chefe de Estado seja afastado do cargo.

Inicialmente, a reunião do ANC estava agendada para 12 de Fevereiro, mas os últimos acontecimentos obrigaram o ANC a reagir rápido e com grande sentido de oportunidade para não ser apanhado numa situação difícil.

 

O Presidente sul-africano, Jacob Zuma, continua a negar as acusações e pede mais transparência da parte dos deputados para que não façam um julgamento com base em pronunciamentos políticos. Zuma garante respeitar a lei e cumprir o seu mando até ao fim.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade