Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Outubro de 2018

ÁFRICA

ÁFRICA DE AMANHÃ - A grande aposta nas tecnologias de informação e comunicação

ANGOLA

Angola aposta em políticas públicas para maior inclusão digital

ANGOLA

Uma sucessão em dois actos

ESTADOS UNIDOS

Resistência na casa Branca contra Trump

ETIÓPIA

Etiópia: Abiy Ahmed, um primeiro-ministro chamado «revolução»

ÁFRICA DO SUL

África do Sul : O começo de uma segunda transição política

ÁFRICA

A revolução dos arquitetos africanos

EGITO

CAIRO, A CIDADE QUE MAIS CRESCE NO MUNDO

Rádio

Publicidade

Política

Marinha Líbia combate imigração no mediterrâneo

| Editoria Política | 25/06/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Mateo Salvini, vice-primeiro ministro italiano e poderoso elemento do governo de coligação italiano, deslocou-se a Tripoli, onde manteve encontros com responsáveis líbios do governo da “União Nacional”, com vista a um reforço do combate contra a migração no Mediterrâneo.

Segundo os analistas internacionais, esta visita visa relançar a guarda-costeira da Marinha líbia na intercepção das redes de passadores de imigrantes em direcção à costa italiana. Com financiamento da Itália e da União Europeia, a guarda-costeira deverá redobrar os seus esforços com uma actividade “premiada”, e entrega de novas embarcações, meios tecnológicos, assim como formação profissional adequada.

Depois de uma baixa de actividade no Ramadão, a guarda-costeira conseguiu interceptar na última semana de Junho, barcos com 2 100 imigrantes que se dirigiam para a ilha italiana de Lampedusa, principal zona de desembarque.

Nos primeiros seis meses de 2018, foram conduzidos para campos de refugiados na costa italiana, 16.288 imigrantes, segundo informações do Instituto Internacional de Migrações, enquanto nas últimas semanas de Maio foram conduzidos zonas de detenção mais 9.101 pessoas.

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade