Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Novembro de 2018

ESTADOS UNIDOS

ESTADOS UNIDOS DEMOCRATAS RECUPERAM CÂMARA DOS REPRESENTANTES

COMORES

FRACASSO DA REBELIÃO NA ILHA DE ANJOUAN

CONGO RD

DESTAQUE RD CONGO

AFEGANISTÃO

O DILEMA AMERICANO DA RETIRADA SEM GLÓRIA

NOVA CALEDÓNIA

A colonização em questão na Nova Caledónia

ANGOLA

PANORAMA DOS RECURSOS HUMANOS EM ANGOLA

ANGOLA

EM NOME DO CANUDO, A FABRICA DOS DIPLOMAS

ARGENTINA

Será justiça o que fazem com Kirchner?

Rádio

Publicidade

Política

EX-Primeiro ministro Sharif condenado a prisão

| Editoria Política | 24/07/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O ex-primeiro ministro paquistanês Nawaz Sharif foi condenado a uma pena de dez anos de prisão e a uma multa de 10,5 milhões de dólares por corrupção, uma decisão que vai ter implicações no resultado do seu partido, o PML-N (Liga Muçulmana do Paquistão) nas eleições legislativas em fins de Julho.

Sharif, que não esteve no tribunal para ouvir o veredicto, por se encontrar na Inglaterra em tratamento médico, foi acusado no processo sobre a comprar de apartamentos de luxo em Londres. Existam mais dois processos contra Sharif  e sua família, entre os quis a sua filha  Maryan, considerada sua herdeira política também já condenada sete anos de prisão, o que a impede de se candidatar às próximas eleições.

Nawaz Sharif também está impedido exercer cargos públicos, tendo o PML-N passado para a direcção do seu irmão, Shabaz Sharif.

Em Julho de 2017, o Supremo Tribunal Paquistanês pôs fim prematuro ao terceiro mandato de Nawaz Shari como chefe do Governo, após ter si do conhecido que a sua família detinha vários apartamentos luxuosos através de empresas off-shore. A família nega quaisquer irregularidades e vai recorrer da decisão.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade