Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Novembro de 2018

ESTADOS UNIDOS

ESTADOS UNIDOS DEMOCRATAS RECUPERAM CÂMARA DOS REPRESENTANTES

COMORES

FRACASSO DA REBELIÃO NA ILHA DE ANJOUAN

CONGO RD

DESTAQUE RD CONGO

AFEGANISTÃO

O DILEMA AMERICANO DA RETIRADA SEM GLÓRIA

NOVA CALEDÓNIA

A colonização em questão na Nova Caledónia

ANGOLA

PANORAMA DOS RECURSOS HUMANOS EM ANGOLA

ANGOLA

EM NOME DO CANUDO, A FABRICA DOS DIPLOMAS

ARGENTINA

Será justiça o que fazem com Kirchner?

Rádio

Publicidade

Economia

Processo de Certificação dos Aeroportos de Luanda e Catumbela

| Editoria Economia | 03/08/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O processo de certificação internacional do aeroporto de Luana deverá terminar em 31 de Agosto deste ano, afirmou no Lobito o director-geral do Instituto Nacional de Aviação Civil (INAVIC), durante um encontro com a imprensa no Lobito.

Rui Carreira informou na mesma ocasião que processo análogo seria lançado aeroporto da Catumbela, logo que terminem os trâmites de certificação do Aeroporto 4 de Fevereiro de Luanda, visando transformar a Catumbela, como pista de alternativa a Luanda em caso de emergência evitando a utilização de Ndjili, em Kinshasa, como ainda recentemente ocorreu.

A Empresa Nacional de Navegação Aérea (ENANA) já começou a execução de trabalhos requeridos que visam garantir a segurança aérea, nomeadamente a consolidação e reforço de vedações existentes, identificação dos edifícios nos arredores para eliminação de objectos próximos para instalação da rede periférica, em cooperação com as autoridades municipais visando a inviolabilidade da zona aeroportuária.

O processo de certificação de um aeroporto para a classe internacional deve obedecer a requisitos que vão desde a solicitação formal de projectos do aeroporto, da inspecção de operações de voos, equipamento electrónico de comunicação com aeronaves, serviços de resgate e combate a incêndios, infra -estruturas conforme normas internacionais, para além de demonstração de capacidade financeira e estudos ambientais.

O aeroporto da Catumbela na sua afirmação de alternativa de Luanda, prevê uma movimentação anual na ordem de 2,2 milhões de passageiros, e possui 16 balcões para check-in e 18 para serviços imigração, bem como salas protocolares, espaço de restaurantes e bares, para além de equipamento de controlo de metais e gabinetes de serviços das companhias aéreas.

 

 

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade