Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2018

ÁFRICA

A revolução dos arquitetos africanos

EGITO

CAIRO, A CIDADE QUE MAIS CRESCE NO MUNDO

ÁFRICA

EXPLOSÃO URBANA EM ÁFRICA: SEUS DESAFIOS E OPORTUNIDADES

MUNDO

Agricultura: Os desafios do século XXI

MIANMAR

Rohingyas, vítimas da História e dos jogos de influência na Ásia

CHINA

A China e o futuro

ANGOLA

Novo Presidente, vida nova?

BRASIL

O país enfrenta 12 meses turbulentos

Rádio

Publicidade

Estudos

Ranking: Os países mais corruptos do mundo

| Editoria Estudos | 13/08/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Mais de dois terços dos países do mundo têm sérios problemas de corrupção. Desde o suborno, as eleições manipuladas até o desvio de fundos públicos e a intimidação ou até mesmo a oposição de oponentes políticos, os negócios antiéticos são comuns em todo o planeta.

Usando os dados mais recentes do Índice de Percepção de Corrupção (CPI) anual da Transparency International, fazemos uma contagem regressiva dos países mais corruptos do mundo. O ranking avaliou 180 países e tem por base a corrupção no setor público em 2017, de acordo com a percepção de organizações civis, empresários e jornalistas que avaliam os países, numa escala de 0 a 100, sendo que quanto mais próximo do 0 maior é o índice de corrupção do país e quanto mais próximo do 100 menos corrupto é o país.

20º Mais corruptos (empate): Camboja

Pontuação de corrupção: 21

 

O Camboja tem uma rigorosa legislação anticorrupção, mas a lei raramente é aplicada, e os funcionários públicos agem com impunidade quando se trata de aceitar propinas. Isso faz com que fazer negócios no país seja um pesadelo, pois as empresas precisam facilitar os pagamentos e presentes para todo mundo para fazer qualquer coisa.

 

19º mais corrupto (empate): República Democrática do Congo

A corrupção é um modo de vida na República Democrática do Congo, que está em conflito há décadas. O senhor da guerra Thomas Lubanga foi condenado a 14 anos de prisão por usar crianças-soldados em seu exército rebelde em 2002 e 2003, enquanto os rebeldes M23 foram uma grande força de combate nas regiões orientais do país, e houve relatos de abusos militares de poder.

 

18º mais corrupto (empate): República do Congo

A República do Congo é tão corrupta quanto sempre e atividades tortas permeiam o setor público. O presidente Denis Sassou Nguesso continua a manter um controle ferrenho sobre o poder, e as instituições do governo são muito suscetíveis à sua interferência maligna.

 

17º mais corrupto (empate): Tajiquistão

As coisas pioraram no Tajiquistão, com o país da Ásia Central caindo quatro pontos este ano. O suborno, o clientelismo e o desvio de dinheiro público são de rigor. Além disso, em abril passado, uma dúzia de funcionários da agência anti-corrupção do país foram presos por sim, você adivinhou, corrupção, o que lhe dá uma ideia do quão ruim a situação no país se tornou.

 

16º mais corruptos (empate): Chade

Pontuação de corrupção: 20.

Pouco tem sido feito para lidar com a corrupção no Chade no ano passado, e o país africano mantém sua classificação de 20. O Nepotismo e o clientelismo são especialmente comuns no país, a extorsão e a pequena corrupção permeiam a força policial, e o suborno é onipresente em todas as áreas da vida pública.

 

15 mais corruptos (empate): Eritreia

Enquanto a Eritréia ganhou dois pontos no índice mais recente, o país tem sido marcado pela corrupção severa, que não é ajudada por um sistema legal, econômico e político não desenvolvido, e nenhuma imprensa independente. O povo do país suporta a pobreza extrema e tem poucos direitos humanos, e muitos arriscam tudo para buscar uma vida melhor em outro lugar.

 

14º mais corrupto (empate): Angola

Pontuação de corrupção: 19.

Angola ganhou um ponto este ano, mas não pense por um minuto que a situação está melhorando significativamente no país. Anos de corrupção generalizada do governo, envolvendo tudo, desde o favoritismo entrincheirado até o suborno, contribuíram para empobrecer a nação, e a maioria dos angolanos vive quase sem nada.

 

13º mais corruptos (empate): Turcomenistão

O Turquemenistão é agora o 13º país mais corrupto do mundo, de acordo com o índice atualizado. O poder na nação sem litoral da Ásia Central está concentrado nas mãos do Presidente Gurbanguly Berdimuhamedov que, junto com sua família, controla todos os aspectos da vida pública com mão de ferro.

 

12º mais corrupto (empate): Iraque

Pontuação de corrupção: 18.

Apesar do colapso do ISIS, o Iraque ainda está longe de ser uma nação segura e transparente. A manutenção de um governo forte e estável continua a ser o maior desafio do país, com reformas institucionais constantemente retardadas, bem como contínuas disputas políticas e corrupção profunda.

 

11º mais corruptos (empate): Venezuela

A Venezuela ganhou um ponto este ano, presumivelmente graças a um recente impulso anticorrupção, mas o país, que está lutando contra uma grave crise econômica que levou ao aumento da pobreza e a taxas mais altas de criminalidade, continua sendo devastado pela corrupção. Suborno, roubo de dinheiro público e nepotismo são comuns no governo, e a corrupção permeia a força policial e o judiciário.

 

10º mais corrupto (empate): Guiné Equatorial

Pontuação de corrupção: 17.

Uma nova entrada, a Guiné Equatorial é o 7º país mais corrupto do índice revisado. Enquanto grande parte da população sofre de extrema pobreza, o presidente Teodoro Obiang Nguema Mbasogo e sua família vivem como realeza. Em outubro passado, o filho do presidente, Teodorín (foto), recebeu uma sentença suspensa por três anos por um tribunal francês por roubar milhões de dólares em dinheiro público para financiar seu extravagante estilo de vida de playboy.

 

9º mais corruptos (empate): Guiné-Bissau

Localizado na costa da África Ocidental, este pequeno país está repleto de negociações desonestas e se tornou um importante centro de contrabandistas de cocaína da América Latina para a Europa. Várias figuras militares importantes estão envolvidas no tráfico de drogas e a corrupção permeia todos os aspectos da esfera pública.

 

8º mais corruptos (empate): Coréia do Norte

A Coréia do Norte pode ter ganho cinco pontos no índice mais recente e estar desfrutando de relações mais amistosas com os EUA, mas não deixe que isso te engane. Corrupção de cima para baixo é uma característica fundamental da vida no Reino Hermit, onde os direitos humanos são praticamente inexistentes. A repressão às autoridades militares corruptas levou a uma série de prisões, mas isso tem mais a ver com o poder supremo do líder Kim Jong-un, em vez de eliminar a corrupção.

 

7º mais corrupto (empate): Líbia

A situação geral pode estar melhorando ligeiramente na Líbia, o país ganha três pontos este ano, mas a corrupção ainda é excepcionalmente generalizada. Os partidos políticos são apoiados por grupos rivais de milícias e continuam a disputar o poder, deixando a nação aberta a traficantes de seres humanos, traficantes de armas e militares corruptos.

 

6º mais corrupto (empate): Sudão

Pontuação de corrupção: 16.

Apesar de ganhar dois pontos este ano, o Sudão continua sendo atormentado pela corrupção. O país devastado pelo conflito tem um profundo problema com o suborno, o clientelismo e o nepotismo em particular, e os empreendedores no Sudão precisam conhecer as pessoas certas ou pagar as autoridades para obter qualquer coisa.

5º mais corrupto (empate): Iêmen

Embora a classificação do Iêmen tenha melhorado em dois pontos neste ano, a brutal guerra civil mergulhou o país em uma crise humanitária sem precedentes e dizimou a economia do país, e a corrupção arraigada está dificultando quaisquer tentativas significativas de recuperação.

 

5º mais corrupto (empate): Iêmen

Embora a classificação do Iêmen tenha melhorado em dois pontos neste ano, a brutal guerra civil mergulhou o país em uma crise humanitária sem precedentes e dizimou a economia do país, e a corrupção arraigada está dificultando quaisquer tentativas significativas de recuperação.

 

 

4º mais corrupto: Afeganistão

Pontuação de corrupção: 15.

O Afeganistão mantém apenas 15 pontos neste ano, uma vez que continua a lidar com a corrupção sistêmica e a ameaça da violência do Taleban. Os laços familiares e as conexões tribais são especialmente fortes no país, tornando o nepotismo um problema enorme. Suborno, corrupção e transferências ilegais de terras também são endêmicas.

 

3º maioria dos países corruptos: Síria

Pontuação de corrupção: 14.

A Síria, devastada pela guerra, continua a ser um país totalmente corrupto, enquanto é liderada pelo presidente Bashar al-Assad, que matou muitos de seu povo nos últimos anos. A família e os partidários do presidente controlam quase tudo no país caótico, e estão envolvidos em uma miríade de negociações duvidosas, desde roubar dinheiro de ajuda até o comércio de armas ilegais.

 

2º lugar mais corrupto: Sudão do Sul

Pontuação de corrupção: 12.

Uma cleptocracia de livros didáticos, funcionários públicos do Sudão do Sul roubaram quantias incalculáveis ​​de dinheiro público e estão muito dispostas a aceitar pagamentos monetários e presentes. A legislação anticorrupção não é aplicada e os infratores são livres para agir sabendo que não serão processados ​​por seus crimes. Não admira que o país continue sendo o segundo mais corrupto do planeta.

 

1º País mais corrupto: Somália

Pontuação de corrupção: 9.

Pelo sexto ano consecutivo, a Somália é a nação mais corrupta do mundo, e o país está até mesmo em um ponto no índice atualizado. Separado por senhores da guerra rivais no início dos anos 90, o atual governo é fraco e prevalece um clima de ilegalidade, com quase todos os aspectos da vida no país afetados pela corrupção desenfreada.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade