Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Maio de 2019

ÁFRICA

A TERRA É A FONTE DE VIDA E DA MORTE

MUNDO

A POSSSE DA TERRA, A RECOLONIZAÇÃO SILENCIOSA QUE NÃO DIZ O NOME

ÁFRICA

O DILEMA DAS TERRAS EM ÁFRICA NA VIRAGEM DO MILÉNIO

MUNDO

INTERNET - O FIM DA DECISÃO E DA LIVRE ESCOLHA?

SUDÃO

A Revolução Sudanesa: a terceira será de vez?

ESTADOS UNIDOS

DONALD TRUMP, O FIM DOS IDEAIS AMERICANOS

ANGOLA

Angola - Novas Políticas Migratórias?

ÁFRICA

Basílica de YamoussoukroO “presente pessoal” de Boigny a Cristo!

Rádio

Publicidade

Sociedade

CAIRO, A CIDADE QUE MAIS CRESCE NO MUNDO

| Editoria Sociedade | 10/09/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Por João Seles

O Cairo é uma cidade tentacular que já tragou as pirâmides de Gizé, situadas nos seus arredores urbanos. Mas a sombra das pirâmides não impede a capital de continuar a crescer a uma velocidade desmesurada.

Segundo último relatório do Euromonitor Internacional, o Cairo é a cidade com mais forte aumento de população no mundo em 2017.

O Cairo que possuía uma população estimada em 22,9 milhões de habitantes em 2016, deveria ganhar mais 500.000 no ano seguinte em 2017. Um crescimento ultra-rápido que ultrapassa Shangai na China, que registou no mesmo período um aumento inferior na ordem dos 400.000 habitantes. O êxodo rural no Egipto tem sido uma constante nas duas últimas década, e tudo indica que não vai diminuir.

“ Com cerca de 100 milhões de citadinos suplementares entre 2000 e 2025, dos quais 36 milhões no Egipto, 10 milhões na Argélia e Marrocos, as cidades ribeirinhas do Mediterrâneo que se estendem ao Médio Oriente, serão o palco de grandes mudanças sociais e ambientais nos próximos anos”, declarou universitária, Laria da Silva, sobre o futuro próximo desta região no contexto urbano de grandes cidades.

Para evitar que a população rural se amontoe em milhares de casebres ao redor do Cairo, o governo egípcio do general Al-Sissi, prossegue de forma mais ampliada o plano de 1979, que envolve a criação de novas cidades periurbanas para descongestionar a capital.

(Leia o artigo na integra na edição nº 131 da Revista África 21, mês de Agosto)

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade