Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Fevereiro de 2019

ÁFRICA

ELEIÇÕES E DEMOCRACIA EM ÁFRICA A CONTROVÉRSIA SOBRE UM MODELO QUE SE IMPÕE

ÁFRICA

Calendário das Eleições em África 2019

ÁFRICA

O REFINAMENTO DOS REGIMES AUTORITÁRIOS NÃO É SÓ COISA DE AFRICANOS

CONGO RD

AS ELEIÇÕES NA RD CONGO AS PRECIOSAS LIÇÕES QUE A RD CONGO APRENDEU COM A CÔTE D’IVOIRE

ÁFRICA

A África é segunda no ranking mundial da desflorestação

EGITO

África quer tornar comércio intra-africano uma marca

ÁFRICA

«Guerra contra o terrorismo islâmico em Africa»: Anatomia de um fracasso

MUNDO

BALANÇO 2018 PERSPECTIVAS 2019 PASSAGEM DO ANO ENTRE DEGRADAÇÃO ECOLÓGICA, MIGRAÇÕES E SUBIDA DA DIREITA AUTORITÁRIA

Rádio

Publicidade

Economia

Mil milhões de euros para PME africanas

| Editoria Economia | 19/11/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

As Pequenas e Médias Empresas (PME) europeias no continente africano deverão beneficiar de um fundo de mil milhões de euros, informou em Berlim a chanceler Alemã, Angela Merkel, durante a cimeira de investimento “G20 Compact with África” (CwA), explicou que o maior objectivo deste financiamento é o de firmar um relacionamento rentável entre os dois continentes e considerou que é uma iniciativa que pretende promover o investimento privado no continente berço.

Esses fundos servirão para conceder empréstimos e capital às PME europeias que queiram investir em África e capital próprio às PME africanas. A direcção do fundo constituirá uma rede de aconselhamento para potenciais investidores.

A CwA surgiu durante a presidência alemã do G20, em 2017, e reúne dirigentes da África do Sul, Etiópia, Egipto, Benim, Costa de Marfim, Gana, Marrocos, Ruanda, Senegal, Guiné, Togo e Tunísia, bem como vários empresários alemãs e conta também com as participações das empresas alemãs Siemens e Volkswagen, que já têm parcerias em alguns países africanos.

O presidente da comissão executiva [CEO em inglês] da Siemens, Joseph Kaiser, afirmou que a construção no Egípto de três centrais eléctricas da multinacional alemã está a decorrer de forma rápida. Também a Volkswagen tem aumentado a presença no continente africano tendo anunciado, no final de Agosto do ano em curso, a assinatura de memorandos de entendimento com os governos do Gana e da Nigéria para a construção de fábricas de automóveis nos dois países.

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade