Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Abril de 2019

ANGOLA

A MOCHILA PESADA DA DÍVIDA PÚBLICA NO FUTURO DE ANGOLA

ARGÉLIA

Argelia: A revolução, passo a passo

MOÇAMBIQUE

Ciclone Idai devasta centro de Moçambique

ÁFRICA DO SUL

A Nação Arco-Íris está doente!

SUDÃO

ASCENSÃO E QUEDA DO DITADOR OMAR AL-BECHIR

ANGOLA

Os paradoxos da dívida e o papel da China

ÁFRICA

A soberania monetária e o CFA

MUNDO

Cuidado com os abutres !

Rádio

Publicidade

Economia

BNA exige aumento de capital social aos bancos comerciais

| Editoria Economia | 20/11/2018

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Banco Nacional de Angola (BNA), diz que, a partir de 1 de Janeiro de 2019, os bancos não podem ter Capital Social nem fundos próprios abaixo dos 7,5 mil milhões de kwanzas, valor que foi triplicado face aos 2.5 mil milhões que vigorava na legislação anterior. Olhando para as últimas demostrações financeiras disponibilizadas pelos bancos, de um total de nove instituições que ainda não avançaram com o aumento de capital, há quatro que terão que injectar, em conjunto, um total de 16,1 mil milhões de kwanzas em dinheiro.

No final de Outubro, o governador do BNA deixou um alerta na sequência da incapacidade de alguns bancos em responderem as exigências de aumento de capital: “Alguns dos bancos vão desaparecer. Não acredito que sejam capazes de o fazer”, disse numa entrevista ao Financial Times. Numa altura em que aproxima o deadline para a adaptação às novas regras, a solução sugerida por Massano passa pela fusão de instituições bancárias que não consigam aumentar o capital social.

 

 

 

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade