Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Junho de 2019

ANGOLA

Situação Económica de Angola

ANGOLA

Informação e Percepção da Economia Angolana

ANGOLA

Recordar o passado para encontrar soluções

ÁFRICA

FATALIDADES E ESPERANÇAS DA ECONOMIA AFRICANA

AFEGANISTÃO

LISTA NEGRA DOS SOLDADOS DO PROFETA

ANGOLA

OS DESAFIOS PARA AS ELEIÇÕES DE 2022

ÁFRICA

ADAPTAR OS EXÉRCITOS AFRICANOS AOS NOVOS INIMIGOS

ANGOLA

MPLA - O CONGRESSO DO REJUVENESCIMENTO

Rádio

Publicidade

Cultura

Mali espera da França restituição de mais de seis mil objectos de arte

| Editoria Cultura | 03/01/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Bamako - O Mali espera pela restituição dos seus seis mil e 910 objectos de arte, inventariados nas colecções do Museu do Quai Branly-Jacques Chirac (França), no quadro da restituição de bens culturais africanos aos países africanos de origem, soube-se de fonte segura.


Para o efeito, uma equipa de investigadores, criada pelo Presidente francês, Emmanuel Macron, esteve no Mali, em Junho de 2018, tendo sido recebida pelo Presidente maliano, Ibrahim Boubacar Keita.

A missão então chefiada por Benedicte Savoy e por Felwine Sarr, autores de um relatório sobre a questão, ofereceu ao Ministério maliano da Cultura, através do Museu Nacional do Mali, um documento de inventário em três volumes de 863 páginas, contendo seis mil e 910 objectos provenientes do Mali, inventariados nas colecções do Museu do Quai Branly-Jacques Chirac.

Entre estes objectos de arte figuram o Sabre de El Hadj Omar Tall, cobiçado por outros países.

Para melhor propor uma lista de objectos prioritários a restituir, além dos propostos pelo relatório Savoy Saara, definir a metodologia e os passos a dar para alcançar e determinar as modalidades práticas desta restituição, o ministério maliano da Cultura iniciou, de 26 a 28 de Dezembro de 2018, em Bamako, jornadas de reflexão sobre a restituição do Património Africano.

A iniciativa é do Presidente Macron, manifestada durante um reunião com estudantes burkinabes, a 28 de Novembro de 2017, na Universidade Joseph KiZerbo de Ouaga I, no Burkina Faso.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade