Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Grupo Webcor adquire a Lactiangol por 30 milhões de dólares

| Editoria | 09/01/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Grupo Webcor adquiriu a Lactiangol, SA., a principal unidade industrial de lacticínios em Angola. A Lactiangol avaliada em 30 milhões de dólares surge na estratégia da Webcor que comercializa os seus produtos em Angola há 27 anos, e juntamente com os seus parceiros angolanos de reforçar a sua presença no setor Industrial do pais.

“Angola vive um momento decisivo de mudança na economia, diversificando de comércio e distribuição para a industrialização local e juntamente com os nossos parceiros locais seremos um dos principais players dessa mudança”, afirma Wissam Nesr, CEO do Grupo Webcor.

O novo plano de negócios estabelecido para 2019 é de desenvolver a produção da  Lactiangol multiplicando a sua capacidade produtiva em todas as categorias de produtos lácteos possíveis, tais como: leite ultrapasteurizado (UHT), leite achocolatado, iogurte sólido natural e aromatizado, iogurte líquido, manteiga pasteurizada, sumos, gelados, leite condensado, queijos, bem como sobremesas lácteas.

A estratégia do Grupo Webcor é elevar a produção e a qualidade dos produtos da Lactiangol para um novo patamar, promovendo mais ainda a marca, esta reconhecida marca, tornando-a líder de mercado no seu segmento, ao mesmo tempo optimizando a cadeia de valor através do incentivo da produção local de leite que hoje corresponde apenas a 7% das necessidades da fábrica.

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade