Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2019

MÉDIO ORIENTE

Nas areias movediças do Médio Oriente

ÁFRICA

Drogas em África As novas rotas do tráfico de heroína

ÁFRICA

A África a mercê de um Triângulo Voraz

ÁFRICA

África Oriental O regresso ao grande investimento nos Caminho-de-ferro

MUNDO

RefugiadosAs cifras da vergonha!

ÁFRICA

Estaca da África em Brexit

MUNDO

Racistas ou nem por isso?

EGITO

O futuro do Egipto passa pela energia solar

Rádio

Publicidade

Política

Opositor Félix Tshisekedi eleito presidente da República Democrática do Congo

| Editoria Política | 10/01/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Após atrasos e adiamentos, a Comissão Eleitoral Independente Nacional (CENI) anunciou que Félix Tshisekeli é o vencedor da eleição presidencial na República Democrática do Congo (RDC), tendo recolhido 38,57% dos votos. Segundo a CENI Martin Fayulu, candidato de uma aliança da oposição, obteve 34,8% e Emmanuel Shadary, escolhido da presidência, com 23,8% dos votos.

Indicado como terceiro favorito na eleição, Félix Tshisekedi em menos de 24 horas anulou o compromisso já assinado de se aliar às forças da oposição na escolha de um candidato único, o qual seria Martin Fayulu. A retirada de Felix Tshisekedi fragilizou a candidatura de Faylu, dispersando os votos da oposição, assim como teria fragilizado a candidatura de Tshisekedi.

Apontado já como resultado histórico, em que pela primeira vez é anunciada vitória de um opositor ao regime na RDC, os resultados apresentados pela CENI têm suscitado algumas “dúvidas” e o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Jean-Yves Le Drian já manifestou cepticismo quanto à seriedade dos resultados anunciados, os quais também contrariam os dados obtidos pelos mais de 40.000 observadores.

Com o anúncio da vitória de Tshisekedi os principais adversários de Joseph Kabila, Jean-Pierre Bemba e Moise Katumbi, que foram juridicamente impedidos de avançar com as suas candidaturas, acabam por ser neutralizados politicamente com a derrota do seu candidato Martin Fayulu.

Félix Antoine Tshisekedi Tshilombo, 55 anos é o filho do líder da oposição congolesa, Étienne Tshisekedi. Após a morte do pai em Bruxelas, Félix Tshisekedi assumiu a liderança do partido, União pela Democracia e o Progresso Social (UDPS).

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade