Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Maio de 2019

ÁFRICA

A TERRA É A FONTE DE VIDA E DA MORTE

MUNDO

A POSSSE DA TERRA, A RECOLONIZAÇÃO SILENCIOSA QUE NÃO DIZ O NOME

ÁFRICA

O DILEMA DAS TERRAS EM ÁFRICA NA VIRAGEM DO MILÉNIO

MUNDO

INTERNET - O FIM DA DECISÃO E DA LIVRE ESCOLHA?

SUDÃO

A Revolução Sudanesa: a terceira será de vez?

ESTADOS UNIDOS

DONALD TRUMP, O FIM DOS IDEAIS AMERICANOS

ANGOLA

Angola - Novas Políticas Migratórias?

ÁFRICA

Basílica de YamoussoukroO “presente pessoal” de Boigny a Cristo!

Rádio

Publicidade

Política

Opositor Félix Tshisekedi eleito presidente da República Democrática do Congo

| Editoria Política | 10/01/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Após atrasos e adiamentos, a Comissão Eleitoral Independente Nacional (CENI) anunciou que Félix Tshisekeli é o vencedor da eleição presidencial na República Democrática do Congo (RDC), tendo recolhido 38,57% dos votos. Segundo a CENI Martin Fayulu, candidato de uma aliança da oposição, obteve 34,8% e Emmanuel Shadary, escolhido da presidência, com 23,8% dos votos.

Indicado como terceiro favorito na eleição, Félix Tshisekedi em menos de 24 horas anulou o compromisso já assinado de se aliar às forças da oposição na escolha de um candidato único, o qual seria Martin Fayulu. A retirada de Felix Tshisekedi fragilizou a candidatura de Faylu, dispersando os votos da oposição, assim como teria fragilizado a candidatura de Tshisekedi.

Apontado já como resultado histórico, em que pela primeira vez é anunciada vitória de um opositor ao regime na RDC, os resultados apresentados pela CENI têm suscitado algumas “dúvidas” e o ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Jean-Yves Le Drian já manifestou cepticismo quanto à seriedade dos resultados anunciados, os quais também contrariam os dados obtidos pelos mais de 40.000 observadores.

Com o anúncio da vitória de Tshisekedi os principais adversários de Joseph Kabila, Jean-Pierre Bemba e Moise Katumbi, que foram juridicamente impedidos de avançar com as suas candidaturas, acabam por ser neutralizados politicamente com a derrota do seu candidato Martin Fayulu.

Félix Antoine Tshisekedi Tshilombo, 55 anos é o filho do líder da oposição congolesa, Étienne Tshisekedi. Após a morte do pai em Bruxelas, Félix Tshisekedi assumiu a liderança do partido, União pela Democracia e o Progresso Social (UDPS).

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade