Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Sociedade

Base de apoio logístico de Boko Haram bombardeada no nordeste da Nigéria

| Editoria Sociedade | 30/01/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Uma base de apoio logístico de Boko Haram, na floresta de Sambira, antigo Quartel-General da seita terrorista, situado no nordeste do país, foi bombardeada hoje, 30, anunciou o Exército nigeriano (NAF, sigla em inglês).

Segundo o NAF, os aviões destruíram igualmente um outro esconderijo da seita islamita e terrorista e neutralizaram "terroristas" em Limberi, um conjunto de pequenas instalações fabricadas com lama e um teto de colmo, situado a cerca de 92 quilómetros no noroeste de Monguno, no nordeste da Nigéria.

Um brigadeiro da força aérea, identificado como Ibikunle Daramola, indicou numa declaração que a operação lançada segunda-feira pela Força Especial Aérea (ATF), depois de várias missões de informação, de supervisão e de conhecimento, permitiu a destruição da base de apoio logístico.

Também revelou uma retomada da atividade humana e de veículos neste local, até então abandonado por seus moradores.

Segundo ele, aviões de combate efetuaram raides diretos na zona visada, destruíram várias estruturas e neutralizaram um grupo de terroristas de Boko Haram. 

Vários outros, depois de terem sobrevivido a ataques, foram reencontrados e eliminados nos ataques ulteriores, acrescentou o brigadeiro Daramola.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade