Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2019

MÉDIO ORIENTE

Nas areias movediças do Médio Oriente

ÁFRICA

Drogas em África As novas rotas do tráfico de heroína

ÁFRICA

A África a mercê de um Triângulo Voraz

ÁFRICA

África Oriental O regresso ao grande investimento nos Caminho-de-ferro

MUNDO

RefugiadosAs cifras da vergonha!

ÁFRICA

Estaca da África em Brexit

MUNDO

Racistas ou nem por isso?

EGITO

O futuro do Egipto passa pela energia solar

Rádio

Publicidade

Saúde

Meningite mata 25 pessoas no Burkina Faso

| Editoria Saúde | 01/02/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Pelo menos 25 pessoas morreram alegadamente de meningite a 29 de janeiro último  nas aldeias de Kpegnanfoanou e de Boguel, na província de Tapoa (leste), na fronteira com o Benin, afirmou o Governo burkinabe.

Falando quarta-feira última, 29, em conselho de ministros, o porta-voz do Governo burkinabe, Remi Dandjinou, sublinhou que "após análises, notamos que existem riscos de que a meningite seja a causa da morte destas pessoas".

Por outro lado, o responsável precisou que apesar de se ter colhido um líquido cefalorraquidiano, há riscos de que possa estar a febre Lassa na origem desta hecatombe, na medida em que, frisou, a primeira pessoa a contrair a doença veio do Benin.

"Por enquanto, fala-se da meningite, mas os estudos estão a ser realizados", disse  o porta-voz do Governo, apelando às populações para estarem prudentes.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade