Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Economia

União Europeia pronta para apoiar Congo nas suas negociações com FMI

| Editoria Economia | 05/02/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O embaixador da União Europeia (UE) no Congo, Raul Mateus Paula, anunciou, durante uma reunião com o ministro das Finanças e Orçamento, Calixte Nganongo, que a sua instituição poderá apoiar o Governo congolês a jugular a crise da dívida nas suas negociações com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O diplomata europeu afirmou que o governante congolês lhe explicou, de forma muito clara, as diferentes etapas dessas negociações. 

"Eu acho que (as discussões) foram extremamente frutuosas e muito úteis, e  nós vamos ver como apoiar o Congo nessas diferentes etapas, nomeadamente, nesta fase difícil da dívida, que é apenas uma etapa. Penso que o Congo reúne todas as condições para a ultrapassar”, declarou o diplomata europeu.

A dívida pública constitui um osbáculo ao crescimento da economia nacional e à estabilidade macroeconómica do país, disse.   

A dívida em causa está avaliada em mais de cinco triliões de francos CFA,  ou seja, 110 porcento do Produto Interno Bruto (PIB), sendo o passivo  do Estado controlado maioritariamente pelos corretores (29, 9 porcento) e pela China (34,15 porcento).

As discussões iniciadas pelo Governo com o FMI deverão culminar na conclusão de um programa de cooperação económica apoiado por esta instituição de Bretton Woods.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade