Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2019

MÉDIO ORIENTE

Nas areias movediças do Médio Oriente

ÁFRICA

Drogas em África As novas rotas do tráfico de heroína

ÁFRICA

A África a mercê de um Triângulo Voraz

ÁFRICA

África Oriental O regresso ao grande investimento nos Caminho-de-ferro

MUNDO

RefugiadosAs cifras da vergonha!

ÁFRICA

Estaca da África em Brexit

MUNDO

Racistas ou nem por isso?

EGITO

O futuro do Egipto passa pela energia solar

Rádio

Publicidade

Desporto

Angola: Interclube conquista a Taça Março/Mulher

| Editoria Desporto | 11/03/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Interclube de Angola foi o  campeão da 9ª edição da Taça Março/mulher em Judo, realizado no domingo,10, na província  do Huambo, ao revalidar o título, na categoria de melhor  equipa em feminino.

Na segunda posição em feminino ficou a equipa do Uragan de Luanda, enquanto a selecção do Huambo ocupou o terceiro lugar.

Trata-se de uma prova unificada (masculino e feminino).

O Interclube  venceu pela primeira vez em masculino, o Recreativo de Luanda conquistou o segundo lugar e o Uragan também de Luanda o terceiro.

A equipa da província do Uige foi considerada o conjunto fair play do torneio que contou igualmente com a participação das equipas das províncias do Bengo, Benguela, Huila, Namibe e Cuanza Sul, num total de nove.

A equipa do Interclube de Angola conquistou ainda os trofeus de melhores atletas nas duas modalidades, atribuídas a Marisa dos Anjos e Acácio Cassule e de melhor treinador, entregue ao mestre Edvaldo de Barros.

O atleta Emanuel Afonso, da equipa da Uragam de Luanda foi classificado como melhor ipon da competição, enquanto Paulo Kamati, da Equipa do Samacau do Huambo, é o atleta revelação.

Já o árbitro Ângelo Caculo foi considerado, pela organização, como o melhor da prova, que durou dois dias.

Na edição passada, consagrou-se campeão em masculino, a formação da Banca de Luanda, que desfalcou da competição.

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade