Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Abril de 2019

ANGOLA

A MOCHILA PESADA DA DÍVIDA PÚBLICA NO FUTURO DE ANGOLA

ARGÉLIA

Argelia: A revolução, passo a passo

MOÇAMBIQUE

Ciclone Idai devasta centro de Moçambique

ÁFRICA DO SUL

A Nação Arco-Íris está doente!

SUDÃO

ASCENSÃO E QUEDA DO DITADOR OMAR AL-BECHIR

ANGOLA

Os paradoxos da dívida e o papel da China

ÁFRICA

A soberania monetária e o CFA

MUNDO

Cuidado com os abutres !

Rádio

Publicidade

Política

Marine Le Pen pede ao Governo francês que suspenda concessão de vistos a argelinos

| Editoria Política | 13/03/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, pediu eterça-feira,12, ao Governo francês para suspender a concessão de vistos a argelinos de modo a evitar um “fluxo migratório” em caso de desestabilização daquele país, abalado por uma crise política.

“É preciso tomar esta medida. É uma medida razoável suspender a concessão de vistos aos argelinos”, afirmou a presidente da União Nacional (RN), partido de extrema-direita, em declarações a uma estação de rádio e televisão.

O seu pai e ex-presidente da Frente Nacional, (actual União Nacional) já tinha feito o mesmo apelo através do Twitter.

“Uma desestabilização da Argélia pode levar a um fluxo migratório muito importante no futuro. Porque existem acordos entre a Argélia e a França que permitem aligeirar a concessão de vistos a argelinos”, disse Marine Le Pen.

“No passado, a Argélia viveu momentos muito difíceis de guerra civil e tudo isso pode levar a movimentos de população que não seríamos capazes de gerir”, sustentou.

A posição de Le Pen surge um dia depois de o Presidente argelino, Abdelaziz Bouteflika, confrontado há mais de duas semanas com protestos inéditos em 20 anos de poder, ter anunciado que renuncia a um quinto mandato e o adiamento ‘sine die’ das presidenciais previstas para 18 de Abril.

O número de vistos concedidos pela França a argelinos caiu drasticamente em 2018, comparado a 2017.

De acordo com o Ministério do Interior, um total de 297.104 vistos foram emitidos em 2018, contra 413.976 em 2017.

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade