Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Abril de 2019

ANGOLA

A MOCHILA PESADA DA DÍVIDA PÚBLICA NO FUTURO DE ANGOLA

ARGÉLIA

Argelia: A revolução, passo a passo

MOÇAMBIQUE

Ciclone Idai devasta centro de Moçambique

ÁFRICA DO SUL

A Nação Arco-Íris está doente!

SUDÃO

ASCENSÃO E QUEDA DO DITADOR OMAR AL-BECHIR

ANGOLA

Os paradoxos da dívida e o papel da China

ÁFRICA

A soberania monetária e o CFA

MUNDO

Cuidado com os abutres !

Rádio

Publicidade

Desporto

Yanick Moreira está no “top” dos cestinhas

| Editoria Desporto | 14/03/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O basquetebolista angolano, Yanick Moreira, com 154 pontos e média de 12,8 por prélio, é o décimo melhor cestinha do ranking dos atletas das 32 selecções nacionais qualificadas para o Mundial FIBA’2019, a decorrer na China.

Na liderança está o sul-coreano Guna Ra, com 267 pontos e o nigeriano Ike Diogu ocupa a terceira posição com 186 pontos.

Na lista oficial tornada pública, quarta-feira,13, pela Federação Internacional de Basquetebol (FIBA), Yanick Moreira está no “Top 10” dos melhores cestinhas da prova em referência. Relegando para lugares modestos atletas de países de referência no ranking mundial, casos de Luís Scola (Argentina), Miroslav Raduljica (Sérvia), Nikola Ivanovic (Montenegro), Omar Abade (Tunísia), Youssou Ndoye (Senegal), Souleyman Diabate (Costa do Marfim) e Reggie Hearn (EUA).

O jogador de 2,11 metros, 28 anos, iniciou-se no 1º de Agosto e disputou doze partidas nas janelas de qualificação ao Mundial da China, tem a décima sexta melhor média de utilização, com 24,8 minutos por jogo.

Guna Ra foi o jogador mais utilizado (33 minutos) ,vindo depois o checo Jaromir Bohacik (30.1), o jordano Dar Tucker (29.5) e o costa-marfinense Souleyman Diabate (29.3).

O Mundial FIBA’2019 decorre de 31 de Agosto a 15 de Setembro, nas cidades de Pequim, Xangai, Nanjing, Wuhan, Dongguan, Foshan, Guangzhou e Shenzhen (China).

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade