Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Junho de 2019

ANGOLA

Situação Económica de Angola

ANGOLA

Informação e Percepção da Economia Angolana

ANGOLA

Recordar o passado para encontrar soluções

ÁFRICA

FATALIDADES E ESPERANÇAS DA ECONOMIA AFRICANA

AFEGANISTÃO

LISTA NEGRA DOS SOLDADOS DO PROFETA

ANGOLA

OS DESAFIOS PARA AS ELEIÇÕES DE 2022

ÁFRICA

ADAPTAR OS EXÉRCITOS AFRICANOS AOS NOVOS INIMIGOS

ANGOLA

MPLA - O CONGRESSO DO REJUVENESCIMENTO

Rádio

Publicidade

Economia

FBI vai ajudar Angola a recuperar dinheiro roubado

| Editoria Economia | 18/03/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Departamento Federal de Investigação (FBI) dos Estados Unidos e outras instituições, pretendem colaborar com o Governo angolano na localização e recuperação do dinheiro e outros activos retirados de forma ilegal do país, anunciou, domingo,17,o secretário de Estado adjunto dos EUA, John Sullivan.

Em declarações a imprensa, John Sullivan disse que é desejo dos Estados Unidos trazer os corruptos à justiça e recuperar os activos retirados criminosamente de Angola, quer estejam escondidos nos Estados Unidos quer em outra parte do mundo.

“Temos pessoal treinado, investigadores e promotores que podem ajudar o Governo angolano na recuperação destes activos e devolvê-los aos reais donos, o povo angolano”, disse o diplomata.

John Sullivan mostrou-se satisfeito com o compromisso do Presidente João Lourenço no combate à corrupção.

“A luta do presidente João Lourenço contra a corrupção é importante para restabelecer a confiança dos investidores na economia nacional e na facilitação dos negócios”, afirmou John Sullivan, citando, como exemplo, a colaboração com as autoridades nigerianas, na recuperação de activos desviados ilegalmente para os Estados Unidos e outros países.

Nesta segunda-feira,18, John Sullivan vai ser recebido pelo presidente da República, João Lourenço, a quem vai entregar uma mensagem do seu homólogo, Donald Trump.

John Sullivan vai reunir-se com o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, com representantes da sociedade civil, dos direitos humanos e líderes de grupos empresariais. Logo mais, o secretário de Estado adjunto dos EUA vai assinar, com o ministro do Interior, Ângelo da Veiga Tavares, um Memorando de Entendimento no domínio da Segurança e Ordem Pública

Consta da agenda do subsecretário de Estado americano presidir a uma sessão do Diálogo Estratégico Estados Unidos-Angola, onde vai apresentar a estratégia da Administração Trump para África.

John Sullivan afirmou que o facto de na sua primeira visita a África, escolher apenas dois países mostra a importância que os Estados Unidos dão à cooperação com Angola e a África do Sul. Traduz na sua opinião, o papel destes países no continente.

O foco da visita está direcionada ao diálogo com as autoridades e líderes empresariais angolanos e norte-americanos com quem vai discutirquestões económicas prioritárias para os dois países, incluindo a melhoria do clima de negócios para criar condições para um maior envolvimento comercial dos EUA.

O subsecretário de Estado americano vai abordar também a questão da segurança global.

 

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade