Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Março de 2019

MÉDIO ORIENTE

Nas areias movediças do Médio Oriente

ÁFRICA

Drogas em África As novas rotas do tráfico de heroína

ÁFRICA

A África a mercê de um Triângulo Voraz

ÁFRICA

África Oriental O regresso ao grande investimento nos Caminho-de-ferro

MUNDO

RefugiadosAs cifras da vergonha!

ÁFRICA

Estaca da África em Brexit

MUNDO

Racistas ou nem por isso?

EGITO

O futuro do Egipto passa pela energia solar

Rádio

Publicidade

Sociedade

Confrontos comunitários no Burkina Faso provocam sete mortos

| Editoria Sociedade | 02/04/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Confrontos ocorridos nos dia 31 de março e 1 de abril, entre grupos da comuna de Arbinda, no Burkina Faso, perto da fronteira com o Mali, provocaram sete mortos, anunciou o governador da região do Sahel, na pessoa do coronel Peguy Hyacinthe Yoda.

"Na noite de domingo, indivíduos armados introduziram-se na aldeia de Hamkane, situada a sete quilómetros de Arbinda, onde assassinaram o xeque (líder religioso) da localidade, o seu filho mais velho e o seu primo", declarou Yoda à imprensa, especificando que uma quarta pessoa tinha sido assassinada numa localidade vizinha.

As três primeiras vítimas eram da etnia Peul, indicou um habitante à agência noticiosa.

No dia seguinte, durante o funeral, três pessoas acusadas de terem participado nos assassinatos foram "linchadas", especificou o coronel Peguy Yoda.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade