Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Maio de 2019

ÁFRICA

A TERRA É A FONTE DE VIDA E DA MORTE

MUNDO

A POSSSE DA TERRA, A RECOLONIZAÇÃO SILENCIOSA QUE NÃO DIZ O NOME

ÁFRICA

O DILEMA DAS TERRAS EM ÁFRICA NA VIRAGEM DO MILÉNIO

MUNDO

INTERNET - O FIM DA DECISÃO E DA LIVRE ESCOLHA?

SUDÃO

A Revolução Sudanesa: a terceira será de vez?

ESTADOS UNIDOS

DONALD TRUMP, O FIM DOS IDEAIS AMERICANOS

ANGOLA

Angola - Novas Políticas Migratórias?

ÁFRICA

Basílica de YamoussoukroO “presente pessoal” de Boigny a Cristo!

Rádio

Publicidade

Sociedade

Confrontos comunitários no Burkina Faso provocam sete mortos

| Editoria Sociedade | 02/04/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Confrontos ocorridos nos dia 31 de março e 1 de abril, entre grupos da comuna de Arbinda, no Burkina Faso, perto da fronteira com o Mali, provocaram sete mortos, anunciou o governador da região do Sahel, na pessoa do coronel Peguy Hyacinthe Yoda.

"Na noite de domingo, indivíduos armados introduziram-se na aldeia de Hamkane, situada a sete quilómetros de Arbinda, onde assassinaram o xeque (líder religioso) da localidade, o seu filho mais velho e o seu primo", declarou Yoda à imprensa, especificando que uma quarta pessoa tinha sido assassinada numa localidade vizinha.

As três primeiras vítimas eram da etnia Peul, indicou um habitante à agência noticiosa.

No dia seguinte, durante o funeral, três pessoas acusadas de terem participado nos assassinatos foram "linchadas", especificou o coronel Peguy Yoda.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade