Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Junho de 2019

ANGOLA

Situação Económica de Angola

ANGOLA

Informação e Percepção da Economia Angolana

ANGOLA

Recordar o passado para encontrar soluções

ÁFRICA

FATALIDADES E ESPERANÇAS DA ECONOMIA AFRICANA

AFEGANISTÃO

LISTA NEGRA DOS SOLDADOS DO PROFETA

ANGOLA

OS DESAFIOS PARA AS ELEIÇÕES DE 2022

ÁFRICA

ADAPTAR OS EXÉRCITOS AFRICANOS AOS NOVOS INIMIGOS

ANGOLA

MPLA - O CONGRESSO DO REJUVENESCIMENTO

Rádio

Publicidade

Sociedade

Africanos mostram-se solidários com Paris

| Editoria Sociedade | 16/04/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

As reações internacionais, incluindo africanas, se multiplicaram na noite de segunda-feira,16, após o incêndio que assolou a catedral Nossa Senhora de Paris.

 “Em nome do Senegal, eu expresso nossa solidariedade com a França e toda a comunidade cristã ao redor do mundo ", disse o presidente senegalês Macky Sall em sua conta no Twitter."Um dos maiores símbolos da França, Notre Dame, está em chamas há várias horas, lamentou.

Devastada por um incêndio, aparentemente acidental, a Notre-Dame de Paris ficou desfigurada pelas chamas, mas não entrou em colapso total graças à intervenção dos bombeiros que salvaram a estrutura do edifício, que o presidente francês Emmanuel Macron prometeu "reconstruir".

"O pior já foi evitado, mesmo que a batalha ainda não tenha sido totalmente vencida", disse o chefe de Estado no pátio do prédio.

No final da noite, os bombeiros anunciaram que a estrutura de Notre-Dame " foi salva e preservada", mas a torre que suportava essa “joia gótica”, um dos monumento mais visitado da Europa e suas janelas centenárias, não resistiu às chamas.

O incêndio causou uma onda de choque internacional e muitos testemunhos de apoio. "Eu expresso nossa solidariedade com a França e toda a comunidade cristã", disse o presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara.

Também na Costa do Marfim, o ex-presidente da Assembleia Nacional, Guillaume Soro, expressou sua emoção. "Das profundezas da Costa do Marfim, estou em comunhão de tristeza com o povo francês, após o desastre que atingiu a Catedral Notre-Dame de Paris",disse.

O presidente de Burkinabè também testemunhou sua tristeza. "Eu expresso o nosso apoio após o terrível incêndio que devastou a Catedral de Notre-Dame, o emblema mais visitado e a jóia histórica da Europa", twittou Roch Roch Christian Kaboré.

Mesmo desolação ao lado de Madagascar. "Tristeza imensa de aprender o fogo durante a Notre Dame e ver ao vivo as imagens terríveis do colapso do boom deste monumento emblemático da herança francesa e cristã", disse no Twitter o chefe de Estado, Andry Rajoelina.

"Patrimônio Mundial"                                                          

Cairo seguiu "com tristeza e arrependimento" o incêndio de Notre-Dame, uma "parte da herança mundial", segundo o Ministério das Relações Exteriores do Egito.

Sinto falta das palavras e a tristeza me dominam ao ver o fogo devastando a Notre-Dame de Paris. No meio da semana santa, ore para que este tesouro da cristandade seja salvo ", disse Moses Katumbi, ex-governador da província congolesa de Katanga, Moise Katumbi.

"Descrença" do Vaticano

"A Santa Sé aprendeu com descrença e tristeza a notícia do terrível incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, símbolo do cristianismo, na França e no mundo", respondeu o Vaticano, expressando sua "proximidade" com católicos franceses e parisienses.

"Expressamos nossa solidariedade com a Igreja da França neste período da Semana Santa e desejamos o melhor a esta igreja e a seus fiéis", disse a Igreja Católica da Terra Santa, em um comunicado divulgado em Jerusalém.

"Um dos grandes tesouros do mundo"

O desastre também fez o presidente dos EUA, Donald Trump, reagir. "É tão terrível testemunhar esse fogo gigantesco", twittou o presidente.

Seu antecessor, Barack Obama, também foi movido pela destruição da catedral. "Nossa Senhora é um dos grandes tesouros do mundo", disse ele. "É da nossa natureza estar de luto quando perdemos a nossa história mas também é da nossa natureza reconstruir para amanhã, tão sólido quanto pudermos".

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade