Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Política

Angola: Presidente da República exonera Conselho de Administração da Sonangol

| Editoria Política | 09/05/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, exonerou nesta quarta-feira, 8 de maio, o Conselho de Administração da Sonangol. Além da exoneração do líder do mesmo, Carlos Saturnino, foram exonerados os administradores executivos Sebastião Pai Querido Gaspar Martins, Luís Ferreira do Nascimento José Maria, Carlos Eduardo Ferra de Carvalho Pinto, Rosário Fernando Isaac, Baltazar Agostinho Gonçalves Miguel e Alice Marisa Leão Sopas Pinto da Cruz.

Na nota divulgada pela Casa Civil do Presidente da República pode ler-se que José Gime, André Lelo, Lopo Fortunato Ferreira do Nascimento e Marcolino José Carlos Moco foram exonerados dos cargos de administradores não executivos.

Em outro decreto, o Chefe de Estado nomeou Sebastião Pai Querido Gaspar Martins para ocupar o cargo de presidente do Conselho de Administração da Sonangol.

Também integram o novo Conselho de Administração da petrolífera angolana, os administradores executivos António de Sousa Fernandes, Baltazar Agostinho Gonçalves Miguel, Jorge Barros Vinhas, Josina Marília Ngongo Mendes Baião, Luís Ferreira do Nascimento José Maria e Osvaldo Salvador de Lemos Macaia.

Para os cargos de administradores não executivos foram nomeados André Lelo, José Gime, Lopo Fortunato do Nascimento e Marcolino José Carlos Moco.

Estas exonerações e nomeações ocorrem numa altura em que o mercado angolano regista uma escassez de combustíveis que está a afectar todo o país há quase uma semana, tendo João Lourenço afirmado que o problema deve-se à “falta de diálogo” entre a petrolífera estatal Sonangol e o Governo, o que “terá contribuído negativamente no processo de importação de combustíveis”.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade