Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Maio de 2019

ÁFRICA

A TERRA É A FONTE DE VIDA E DA MORTE

MUNDO

A POSSSE DA TERRA, A RECOLONIZAÇÃO SILENCIOSA QUE NÃO DIZ O NOME

ÁFRICA

O DILEMA DAS TERRAS EM ÁFRICA NA VIRAGEM DO MILÉNIO

MUNDO

INTERNET - O FIM DA DECISÃO E DA LIVRE ESCOLHA?

SUDÃO

A Revolução Sudanesa: a terceira será de vez?

ESTADOS UNIDOS

DONALD TRUMP, O FIM DOS IDEAIS AMERICANOS

ANGOLA

Angola - Novas Políticas Migratórias?

ÁFRICA

Basílica de YamoussoukroO “presente pessoal” de Boigny a Cristo!

Rádio

Publicidade

Sociedade

Somália: Atentado suicida faz cinco mortos e três feridos

| Editoria Sociedade | 14/05/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

 Pelo menos cinco pessoas morreram e três ficaram feridas na sequência de um atentado suicida em Mogadíscio, capital da Somália, noticiou nesta terça-feira,14, à Agência espanhola EFE.

O ataque foi feito com um carro armadilhado conduzido por um suicida que explodiu atingindo um complexo de escritórios do Governo, no bairro de Wardhigley, próximo da Villa Somália, a fortificada residência oficial do presidente do país, localizado na região do Corno de África.

O responsável da polícia Abshir Isak, presente no local onde ocorreu a explosão confirmou  que entre os mortos estão guardas da segurança e três civis.

No complexo foram deslocadas ambulâncias e efectivos das forças de segurança, e onde se pode ver uma grande coluna de fumo, as autoridades procediam, no momento do atentado, à distribuição de comida as famílias carenciadas.

Segundo a mesma fonte, o atacante terá procurado maximizar o número de vítimas, fazendo tudo para atingir esse objectivo. Porém, não conseguiu entrar no complexo porque foi repelido pelas forças de segurança. "A situação está agora sob controlo", disse o responsável.

De momento, ainda ninguém reivindicou o atentado, mas a capital de Somália é cenário de frequentes ataques do grupo jihadista somali Al Shabab, filiado à rede  terrorista Al Qaeda, que controla parte do território no centro e sul do país.

Al Shabab combate com o fim de instaurar na Somália um Estado islâmico.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade