Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Maio de 2019

ÁFRICA

A TERRA É A FONTE DE VIDA E DA MORTE

MUNDO

A POSSSE DA TERRA, A RECOLONIZAÇÃO SILENCIOSA QUE NÃO DIZ O NOME

ÁFRICA

O DILEMA DAS TERRAS EM ÁFRICA NA VIRAGEM DO MILÉNIO

MUNDO

INTERNET - O FIM DA DECISÃO E DA LIVRE ESCOLHA?

SUDÃO

A Revolução Sudanesa: a terceira será de vez?

ESTADOS UNIDOS

DONALD TRUMP, O FIM DOS IDEAIS AMERICANOS

ANGOLA

Angola - Novas Políticas Migratórias?

ÁFRICA

Basílica de YamoussoukroO “presente pessoal” de Boigny a Cristo!

Rádio

Publicidade

Sociedade

15 mortos em inundações de chuvas em Bamako

| Editoria Sociedade | 17/05/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Quinze pessoas morreram na sequência das chuvas torrenciais que se abateram na quinta-feira, 16, por volta das três horas de manhã, em Bamako,  provocando inundações em alguns locais da cidade.

Em comunicado o Governo maliano faz um balanço provisório de seis mortos em Niamakoro (distrito VI de Bamako), seis em Kalaban-Coro (distrito IV de Bamako), dois em Missabougou e um em Faladié, distrito IV de Bamako, a que se juntam dois feridos.

Segundo o comunicado, vários outros bairros da capital maliana foram inundados pelas águas, nomeadamente Banconi, Daoudabougou, Bacodjicoroni, Tiebani, Kabala, Yirimadio, Kalaban-Coura e Sotuba.

Segundo a fonte, realiza-se na manhã desta sexta-feira a uma reunião de emergência da Plataforma Nacional de Redução dos Riscos de Catástrofes, sob a co-presidência dos ministros da Segurança e da Proteção Civil, da Solidariedade e Luta contra a Pobreza, da Saúde e dos Assuntos Sociais, do Ambiente, Saneamento e Desenvolvimento Sustentável.

Face a este drama causado por esta primeira chuva, que regou sobremaneira a cidade de Bamako e outras localidades do país, o Governo maliano apresentou “as suas sinceras condolências às famílias dos desaparecidos e desejou uma rápida melhoria aos feridos’, e lançou um apelo às populações para que observem “as medidas de prudência que se impõem neste início da estação das chuvas”.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade