Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Moçambique: Comissão Europeia mobiliza 100 milhões euros para reconstrução de Moçambique Malawi e Zimbabwe

| Editoria | 05/06/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

A Comissão Europeia anunciou nesta segunda-feira, o4, que vai mobilizar 100 milhões de euros para ajudar na reconstrução de Moçambique, Malawi e Zimbabwe, após serem devastadas pelos ciclones Idai e Kenneth.

O montante junta-se aos 17 milhões de euros já alocados, 10 milhões dos quais para Moçambique, 4,5 milhões para o Zimbabwe e cerca de 2,5 milhões para o Malawi.

A mobilização da verba tem como objectivo fazer face aos "efeitos devastadores" dos ciclones Idai e Kenneth, que afectaram a região nos meses de Março e Abril passado, respectivamente. 

Na Conferência Internacional de Doadores, um evento de dois dias que decorreu no fim-de-semana na cidade da Beira, centro de Moçambique, foi comunicada que a doação será feita em forma de empréstimo pelo Banco Europeu de Investimento (BEI).

Naquela região, também foi accionado o Mecanismo de Protecção Civil da UE em cooperação com nove Estados-membros, como Portugal, Áustria, Dinamarca, França, Alemanha, Itália e Luxemburgo, Espanha e Reino Unido.

O ciclone Idai atingiu o centro de Moçambique em Março, matou 604 pessoas e afectou cerca de 1,5 milhões de habitantes, enquanto o ciclone Kenneth, que se abateu sobre o norte do país em Abril, provocou 45 mortos e afectou outras 250 mil, de acordo com os dados mais recentes.

Os sectores dos transportes e comunicações foram os mais afectados, com quase 90% das suas infra-estruturas danificadas, segundo dados oficiais.

Na ocasião, Moçambique angariou cerca de 1,2 mil milhões de dólares dos 3,2 mil milhões necessários para o projecto de reconstrução dos pontos afectados pelos ciclones Idai e Kenneth.

O plano de reconstrução dos três países está avaliado em 3,2 mil milhões de dólares, engloba cerca de 100 projectos socioeconómicos para os locais afectados.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade