Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Junho de 2019

ANGOLA

Situação Económica de Angola

ANGOLA

Informação e Percepção da Economia Angolana

ANGOLA

Recordar o passado para encontrar soluções

ÁFRICA

FATALIDADES E ESPERANÇAS DA ECONOMIA AFRICANA

AFEGANISTÃO

LISTA NEGRA DOS SOLDADOS DO PROFETA

ANGOLA

OS DESAFIOS PARA AS ELEIÇÕES DE 2022

ÁFRICA

ADAPTAR OS EXÉRCITOS AFRICANOS AOS NOVOS INIMIGOS

ANGOLA

MPLA - O CONGRESSO DO REJUVENESCIMENTO

Rádio

Publicidade

Política

Moçambique celebra 44 anos de independência

| Editoria Política | 26/06/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Moçambique celebrou os seus 44 anos de Independência Nacional no dia 25 de junho, tendo o acto central das comemorações sido dirigido pelo Presidente da República, Filipe Nyusi. Durante o seu discurso, o governante destacou cinco pontos essenciais que têm marcado o país., sendo eles o recenseamento eleitoral, o processo de paz no país, os ataques à província de Cabo Delgado, a Anadarko e a visita do Papa Francisco.

Na ocasião, foi também salientado que a paz e o desenvolvimento sustentável foram e continuam a ser o maior objectivo da Frelimo, mas que apesar de todos os esforços, a paz efectiva encontra-se ameaçada na província de Cabo Delgado, onde terroristas atacam o território desde 2017 e têm aliciado jovens da zona para a prática de actos fúnebres, o que constitui um atentado fatal à soberania, ao Estado e ao povo.

Antes de terminar o discurso, Nyusi, enalteceu a solidariedade dos moçambicanos para com as vítimas de ciclones Idai e Kenneth, que assolaram o centro e norte do país em março e abril, respectivamente. Este acontecimento causou dezenas de mortes e destruiu várias infraestruturas socioeconómicas nas províncias de Inhambane, Sofala, Manica, Tete, Zambézia, Cabo Delgado e Nampula.

“Neste momento de festa queremos em nome do povo moçambicano, exprimir a nossa gratidão pela solidariedade demonstrada pelos moçambicanos em todo o território nacional e na diáspora. Agradecer a prontidão da comunidade internacional e parceiros, que se associaram aos moçambicanos durante o momento de aflição”, declarou.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade