Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Economia

Comparações na Economia Angolana

| Editoria Economia | 05/07/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

Por: Carlos Rosado de Carvalho

(…) Quando nós estamos a falar de números, devemos falar deles mas temos que relativizar. Portanto, o quê que nós tínhamos em 2014 no início da crise?

Nós tínhamos a Nigéria que era a principal economia do mundo, com um PIB de 600 e tal milhões de dólares seguidos da África do Sul e nós eramos os quartos, com 146 mil milhões de dólares mais ou menos. Em 2019 Angola foi ultrapassada pelo Quénia e vai ser no próximo ano ultrapassada pela Etiópia. Só para nós termos a dimensão da crise, o PIB angolano caiu mais de 50 mil milhões de dólares, nós perdemos um terço do valor do nosso PIB, imaginemos nós que perdíamos 1/3 do salário, o que aconteceu com muita gente aqui em resultado da desvalorização. É óbvio que estes números dependem da taxa de câmbio, portanto são muito voláteis, mas isso dá-nos uma ideia do que se passou.

Em vez de usar o PIB em termos absoluto, usei o PIB per capita. Nós eramos o sétimo país em termos de PIB percapita, o ranking era liderado pela Guiné-Equatorial com quase 20 mil milhões de dólares, e Angola cai para o décimo lugar e somos ultrapassado por Cabo Verde, que é um país que frequentemente vem aqui no sentido de pedir ajuda, portanto nós passamos a ser o décimo mais rico de África e eramos os oitavo, portanto o PIB percapita diminuiu cerca de 2.500 dólares por habitante.

Angola tinha o quarto orçamento geral do Estado da África Subsariana, com 53 mil milhões de dólares em 2014 e temos agora em 2019, 17 mil milhões de dólares. Portanto isso diz bem da dimensão de um país que vivia do OGE, agora há muito menos para se comer, digamos assim, à mesa do OGE.

Temos mais uma vez o Quénia que troca com Angola tão como aconteceu com o PIB, tem o orçamento maior que o nosso e também a Etiópia que provavelmente poderá ultrapassar Angola no próximo ano.

(Leia o artigo na integra  na edicção nº140 da Revista África21, mês de Junho)

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade