Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Junho de 2019

ANGOLA

Situação Económica de Angola

ANGOLA

Informação e Percepção da Economia Angolana

ANGOLA

Recordar o passado para encontrar soluções

ÁFRICA

FATALIDADES E ESPERANÇAS DA ECONOMIA AFRICANA

AFEGANISTÃO

LISTA NEGRA DOS SOLDADOS DO PROFETA

ANGOLA

OS DESAFIOS PARA AS ELEIÇÕES DE 2022

ÁFRICA

ADAPTAR OS EXÉRCITOS AFRICANOS AOS NOVOS INIMIGOS

ANGOLA

MPLA - O CONGRESSO DO REJUVENESCIMENTO

Rádio

Publicidade

Economia

Presidente João Lourenço estabelece reservas de gasolina para 30 dias

| Editoria Economia | 08/07/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, decidiu aprovar os quantitativos dos derivados de petróleo a alocar às reservas estratégicas para o mercado nacional.

Segundo o Despacho Presidencial nº 103/19, publicado em Diário da República, o titular do poder Executivo determina que para a gasolina, gasóleo, Jet A1, Jet B e petróleo iluminante, o volume das reservas de segurança, por produto, deve corresponder a 30 dias do consumo médio do ano anterior.

No caso do gás butano liquefeito (gás de cozinha), o governante estabelece que o volume das reservas de segurança deve corresponder a 20 dias do consumo médio do ano anterior.

É igualmente referido no despacho que sendo as reservas estratégicas parte das reservas de segurança, o seu volume deve corresponder a 20 dias do consumo médio do ano anterior para a gasolina, gasóleo, Jet A1, Jet B e petróleo iluminante, e 15 dias do consumo médio do ano anterior para o gás de cozinha.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade