Publicidade

Publicidade

Publicidade

África 21 OnlineÁfrica 21 Online

Registre-se na nossa newsletter e mantenha-se informado.
África 21 no Facebook

África 21 Online

Pesquisa

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook

Edição Impressa

Edição do Mês

Destaques da edição de Agosto de 2019

ÁFRICA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA EM ÁFRICA, UMA BOMBA AO RETARDADOR

ÁFRICA

O PARADIGMA PARTICULAR DA DEMOGRAFIA VERSUS DESENVOLVIMENTO

ANGOLA

EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA UMA BOMBA DE EFEITO RETARDADO

EUROPA

O PESADELO DEMOGRÁFICO QUE ASSOMBRA A EUROPA

MOÇAMBIQUE

POR ALGUNS DÓLARES MAIS

MUNDO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM ENGENDRAR “APARTHEID GLOBAL”

VENEZUELA

O CAPCIOSO RELATÓRIO BACHELET

ÁFRICA

RUMO A UMA ÁFRICA INTEGRADA E PRÓSPERA

Rádio

Publicidade

Política

RDC: Jean-Pierre Bemba assume a coordenação rotativa do Lamuka

| Editoria Política | 31/07/2019

-A / +A

Imprimir

-A / +A

O líder do Movimento de Libertação do Congo (MLC), Jean-Pierre Bemba, assumiu na terça-feira a coordenação rotativa do Lamuka, uma plataforma política da oposição congolesa, em substituição de Moïse Katumbi.

 Embora ausente do encontro que decorreu na capital do cobre (Sudeste) por questões técnicas, Jean-Pierre Bembe foi representado pela secretária-geral do seu partido, Eve Bazaiba. Estiveram igualmente presentes, Adolphe Muzitu, antigo Primeiro-ministro da RDC, de 2009 a 2012, e Martin Fayulu, candidato derrotado do Lamuka.

Lamuka é uma coligação da oposição congolesa, criada em Novembro de 2018, com o objectivo de enfrentar, nas eleições presidenciais, o candidato do antigo presidente Joseph Kabil e tinha como responsáveis, Jean-Pierre Bemba, Adolphe Muzito, Moise Katumbi, Martin Fayulu, Mbusa Nyamwisi, Freddy Matungulu, Vital Kamehere e Antoine Félix Tshisekedi.

Dois dias depois, Tshisekedi e Kamehere denunciaram a plataforma. Protestando contra a indicação de Martin Fayulu como candidato do Lamuka à presidente da República.

Recentemente, Mbusa Nyamwisi e Freddy Matungulu renunciaram e aliaram-se ao actual presidente Félix Tshisekedi em troca de alguns cargos que lhes foram atribuídos.

Imprimir

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Siga o portal África 21

Feed RSS Twitter Facebook
África 21 Online

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade